B2B or not 2B | Resumo semanal do mundo da tecnologia corporativa

Por Stephanie Kohn | 30 de Agosto de 2019 às 14h00

Bem-vindo ao nosso resumo semanal do mundo de tecnologia corporativa. Toda sexta-feira selecionamos as principais notícias que rolaram nos últimos dias para você ficar por dentro dos assuntos mais relevantes do momento. De estratégias de negócios até lançamentos de produtos e serviços empresariais, aqui você se atualiza em poucos minutos. Confira!

Expansão

O site da Amazon é um dos maiores marketplaces do mundo, e a varejista vem investindo bastante em sua atuação no Brasil. Prova disso é a venda direta de eletrônicos, iniciada em janeiro deste ano, o que vem sendo realizado através de seu centro de distribuição construído em Cajamar. Pelo visto, os negócios nas terras tupiniquins estão dando tanto resultado que, mesmo tendo este local de 47 mil metros quadrados recém inaugurado, a gigante agora estaria analisando a possibilidade de construir mais centros de distribuição pelo país.

Essas informações são provenientes de Daniel Mazini, diretor de varejo da Amazon no Brasil, e ele explica que a empresa começou a colocar essa pauta em questão com o decorrer das operações do centro de distribuição de Cajamar, que já teria começado a demandar um “reforço”. Em entrevista ao Estadão, Mazini informou que a capacidade de Cajamar era esperada para suprir as necessidades logísticas, mas a empresa “está aprendendo desde já que talvez essa capacidade não seja suficiente” e que possui a opção de “ampliar o próprio centro de distribuição ou ir para outros”.

Apesar de não revelar as cidades que estão sendo cogitadas para receber as novas instalações da Amazon, Mazini diz que os dados obtidos com as operações de Cajamar permitem à empresa a determinar os locais mais vantajosos para as operações.

Dependência

Diante de questões comerciais entre Estados Unidos e China, a Apple está fazendo o que pode para tirar suas produções do país asiático. Contudo, números levantados pela agência Reuters mostram que a empresa ainda não conseguiu se livrar das dependências do território chinês.

Em julho, o governo de Donald Trump anunciou aumento da tarifa de importação de produtos eletrônicos provenientes da China. O imposto de 15% sobre esses importados será aplicado somente a partir de dezembro deste ano, mas as companhias já estão se movimentando para tentar fugir disso.

Segundo dados apresentados pela Reuters nos últimos cinco anos, a Apple expandiu sua produção com fábricas fora da China, apostando em locais como Índia e Brasil. O gráfico da agência de notícias mostra que a gigante da tecnologia já contava com uma fábrica no Brasil desde 2012, a da Foxconn, em Jundiaí, no interior de São Paulo. Contudo, a empresa expandiu a produção por aqui em 2016, passando para três linhas de produção. Hoje, o número é de duas linhas de produção em solo nacional.

Novos produtos

A Dell e a Google anunciaram Chromebooks voltados para o uso em empresas. Não que o uso desses aparelhos seja necessariamente uma novidade dentro do ambiente corporativo, mas as empresas se uniram para criar produtos diferenciados e focados nesse público.

Em um primeiro momento, nasceram dois novos computadores: o Chromebook Dell Latitude 5400 Enterprise e o Chromebook 2-em-1 Enterprise Dell Latitude 5300. Nomes desajeitados à parte, essas novas máquinas são baseadas nos modelos existentes dos laptops Latitude da Dell, mas, claro, executam o Chrome OS.

Além do logotipo do Chrome no teclado e do sistema operacional em execução, os dois novos laptops parecem quase idênticos aos seus companheiros tradicionais da linha Latitude, sendo um de 13 polegadas (5300) e um de 14 (5400).

Os Latitude serão abastecidos por CPUs Intel Core i7 de 8ª geração e serão os primeiros Chromebooks a oferecer até 32 GB de RAM DDR4 e SSDs de classe empresarial de até 1 TB. Eles também podem ser configurados com chips LTE (4G) para conexões de até 450 Mbps em movimento.

Extensão

A semana começa com novidades para os clientes da Microsoft. Isso porque a empresa divulgou que estenderá as atualizações de segurança do Windows 7 para aqueles que possuem assinaturas ativas do Windows 10 Enterprise E5, do Microsoft 365 E5 ou do Microsoft 365 E5 Security.

Daqui quatro meses (em janeiro de 2020), o Windows 7 chegará ao fim da vida útil e não receberá mais atualizações de segurança, o que representa um problema para algumas empresas que ainda trabalham com esse sistema operacional. Parando de receber patches de segurança, as empresas ficam vulneráveis ​​a malwares e ataques. E foi pensando nisso que a empresa de Satya Nadella compartilhou um documento anunciando que atualizações de segurança estendidas do Windows 7 seriam feitas para alguns clientes específicos.

O Windows 10 Enterprise E5 e o Microsoft 365 E5 são as assinaturas de nível superior do sistema operacional ou pacotes que incluem a antiga versão do sistema operacional. Basicamente, tratam-se dos planos mais caros em suas linhas específicas. Por sua vez, essas atualizações de segurança estendidas do Windows 7 foram anunciadas em setembro de 2018, lançadas como último recurso para organizações incapazes de sair do sistema operacional antes de 2020.

Evento

O 5G (Quinta Geração de sistema sem fio) representa o futuro da telecomunicação móvel. A tecnologia está sendo estudada para substituir o 4G e ser a próxima geração lançada dentre os próximos 10 anos.

O mundo está de olho na tecnologia 5G. O interesse em torno dela tem um motivo: ela será importante para o futuro em que pessoas e dispositivos estarão permanentemente conectados à rede, entre drones, carros autônomos, lâmpadas, portas, câmeras entre outros dispositivos. A tecnologia também pretende trazer mais velocidade de conexão com uma latência mais baixa, e economia de bateria no caso de celulares.

Esse enorme salto em conectividade proporcionará um novo mundo de benefícios aos consumidores, assim como grandes oportunidades de crescimento para as empresas e órgãos governamentais.

No Brasil, a previsão é que o 5G chegue em 2020 – o processo de licitação está prevista para março do ano que vem.

A Technology Hub Brasil 2019, que acontece nos dias 17 e 18 de setembro, no PRO Magno Centro de Eventos, em São Paulo, discutirá sobre essa tecnologia no Palco Technology Hub. O painel 5G será realizado no dia 17 às 17h e contará com a presença dos seguintes palestrantes:

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.