AWS anuncia parceria com Accenture para soluções de migração em nuvem

Por Igor Lopes | 09 de Outubro de 2015 às 19h05

* Em Las Vegas, USA

A Amazon anunciou esta semana, durante a AWS Re:Invent, uma parceria com a especialista em consultoria de gestão e outsourcing Accenture que dará origem a um grupo de negócios responsável por auxiliar clientes a migrarem mais rapidamente para a nuvem da Amazon Web Services, o braço tecnológico da gigante norte-americana.

Batizada de Accenture AWS Business Group, a iniciativa reunirá profissionais de ambas as companhias com expertise em soluções de arquitetura e desenvolvimento para a nuvem, marketing, vendas e desenvolvimento de negócios. A ideia é colocar esses profissionais à disposição dos clientes que estiverem interessados em soluções tecnológicas "as-a-service", que estão cada vez mais presentes no cenário corporativo.

A união surge num momento em que cada vez mais os grandes conglomerados empresariais são pressionados em direção à inovação, otimização de custos, valor agregado, responsividade e flexibilidade de TI. Dessa forma, o objetivo aqui é fornecer ajuda através da reorganização de processos internos, sobretudo nas equipes de TI e aplicações legadas para extrair o que há de melhor nelas. De posse dessas informações, o Accenture AWS Business Group pretende desenvolver e entregar suítes de serviços e soluções que efetivamente consigam unir os processos de negócios com os serviços de migração de aplicações, design de arquitetura e aplicações voltadas para a nuvem da AWS. Ao fim de todo esse procedimento, a promessa é que os clientes poderão inovar com mais agilidade, adentrar em novos mercados e, acima de tudo, alcançar melhores resultados de negócio.

Investimento e compromisso

Como é possível imaginar, tudo isso exigirá um investimento gigantesco, o qual a Accenture e a AWS estão dispostas a pagar. Durante o Amazon re:Invent, as companhias afirmaram que os recursos financeiros serão disponibilizados ao longo dos próximos anos, de forma a garantir o desenvolvimento contínuo de novos serviços e tecnologias que incluem migração e desenvolvimento de aplicações, softwares empresariais focados na nuvem e soluções de análise de dados e Big Data.

Além disso, as empresas se comprometeram a treinar 1.000 profissionais e certificar outros 500 nas tecnologias de nuvem da AWS somente no primeiro ano. A ideia é que, ao final desse treinamento, eles estejam aptos a utilizar as ferramentas e recursos mais avançados da Amazon para atender as demandas dos clientes nos mais variados cenários possíveis.

"Se nossos clientes virem a necessidade de inovar com mais agilidade, criar novos serviços ou maximizar o valor de seus investimentos, o Accenture AWS Business Group estará lá para ajudá-los a alcançar isso mais rápido, com menos risco e com soluções pensadas e otimizadas para a AWS", declarou Omar Abbosh, CSO da Accenture. Já Adam Selipsky, vice-presidente de vendas, marketing e suporte da Amazon Web Services, garante que "[o grupo] foi criado para potencializar as organizações de maneira que elas consigam alcançar seus objetivos eliminando o trabalho pesado exigido pelo gerenciamento da infraestrutura de TI e focando na adoção de novos modelos operacionais".

Áreas de atuação

Embora sejam gigantes nas áreas em que atuam, as companhias sabem que o esforço será gigantesco e por isso limitaram as áreas de atuação nesse primeiro momento. Portanto, inicialmente o Accenture AWS Business Group focará em duas áreas de negócio em específico:

  • Transformação de Serviços Otimizados para a AWS: aqui o grupo irá fornecer serviços para clientes que querem mover aplicações existentes e desenvolver novas soluções para a nuvem da AWS de maneira rápida, econômica e segura.
  • Serviços de análise de dados e Big Data: nesta área, o foco serão os clientes da área da saúde e de finanças, que buscam cada vez mais por soluções analíticas mais eficazes. Utilizando a plataforma Accenture Insights, esse público conseguirá gerenciar o ciclo de vida dos dados, bem como sua migração, curadoria, normatização e análise de maneira mais eficiente.

Além dessas duas primeiras grandes áreas de atuação, o grupo também irá explorar oportunidades em áreas com grande potencial de crescimento, como é o caso da Internet das Coisas e segurança voltada para a nuvem da AWS.

* O jornalista viajou para o AWS Re:Invent a convite da AWS.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.