Arquivos pessoais em redes domésticas podem acabar sendo listados pelo Google

Por Redação | 10 de Abril de 2015 às 13h23

Os desatentos com a segurança das informações têm agora mais um aspecto com o qual se preocupar, já que seus arquivos pessoais podem estar disponíveis para qualquer um no Google. O problema foi apontado em um estudo do site CSO e atinge aqueles que conectaram um HD externo às suas redes domésticas, como forma de acessar os dados a partir de qualquer dispositivo e qualquer lugar da casa. O problema, na verdade, está relacionado a roteadores das mais diversas marcas, que vêm de fábrica com o recurso FTP ativado.

Desta forma, os sistemas de rastreamento da web utilizados pela gigante das buscas acabam catalogando os arquivos como se eles estivessem disponíveis online. O que claramente não é o caso já que, entre os dados encontrados como parte do estudo, estão fotos íntimas, álbuns de família, documentos de identidade, faturas de cartão de crédito e planilhas corporativas, entre diversos outros tipos de informações que, com toda certeza, não deveriam estar disponíveis para o público.

Esse problema já teria causado pelo menos um caso de uso indevido das informações disponíveis na rede. Uma família americana não identificada teria se surpreendido com cartões clonados e compras indevidas em suas faturas depois que backups de seus computadores foram encontrados em buscas do Google e acessados por indivíduos maliciosos. No caso, um HD de recuperação externo estava ligado a um roteador da Western Digital que vinha, de fábrica, com o recurso de FTP ativado. Outras marcas e sistemas, como os usados pela Seagate e LaCie, também foram apontados como foco dos problemas.

Caso você tenha um disco rígido conectado à rede e esteja preocupado, consulte o manual de seu roteador para descobrir como desabilitar o FTP, caso essa opção esteja ativada. Além disso, como mostrou o Gizmodo, vale a pena buscar por seu hostname neste site e realizar buscar no Google por ele, em busca de dados que possam estar disponíveis para todos.

Fontes: Gizmodo, CSO

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.