Arm compra Apical de olho na Internet das Coisas

Por Redação | 20 de Maio de 2016 às 12h55

A designer de chips britânica ARM Limited fechou nesta semana a aquisição da especialista em análise de imagens Apical. A decisão da empresa marca a mudança de foco nos smartphones para investir em novos segmentos de mercado.

A Arm declarou nesta quinta-feira (19) que pagou U$350 milhões em dinheiro pela Apical. Segundo a fabricante de chips, a empresa é considerada uma das companhias de tecnologia que mais crescem na Inglaterra. A aquisição tem como objetivo acelerar a expansão da Arm para outros mercados, como o de veículos, de sistemas de segurança e de dispositivos conectados, conhecidos popularmente como Internet das Coisas.

"A visão do potencial da tecnologia computacional ainda está nos estágios iniciais de desenvolvimento, o mundo dos dispositivos alimentado por essa nova tecnologia só tende a crescer," disse o chefe executivo da Arm Simon Segars, acrescentando ainda que "a Apical estava na linha de frente na visão incorporada da tecnologia computacional".

"A parceria com a Arm soluciona desafios técnicos para os produtos da próxima geração, como carros autônomos e sistemas de segurança sofisticados", acrescentou Simon. "A tecnologia da Apical vai cumprir um papel fundamental na criação dessas soluções, que dependem de tecnologias dedicadas de imagem computacional."

A gigante do mercado mobile declarou que as tecnologias de imagem da Apical já são usadas em mais de 1.5 bilhão de smartphones e em outros 300 milhões de dispositivos industriais e para consumo, incluindo câmeras digitais e tablets.

Os dados de lucro mais recentes reportados pela Arm, levando em conta os últimos 12 meses, foi de £ 16.6 milhões. A Arm dominou por muito tempo o mercado de processadores mobile, seus componentes são utilizados em mais de 95% dos smartphones. Mas com a queda mundial nas vendas de smartphones, a companhia de Cambridge aumentou o investimento em outros mercados, mudando o foco para outros dispositivos.

A opinião dos analistas

Analistas aconselharam a Arm de que essa decisão pode ser desafiadora e competitiva. "Outras empresas já estão desenvolvendo produtos para esse segmento. É improvável que a Arm consiga construir a mesma dominância que tinha no mercado de chips para smartphones em outros mercados." declararam os analistas da Liberum, Eoin Lambe e Janardan Menon.

No último mês, as ações da Arm apresentaram crescimento de 14% em valor bruto. Até o fim de março, a empresa obteve lucro de £ 276,4 milhões, um aumento de 22% de comparado ao mesmo período do ano passado.

Via: Financial Times