Apple Watch deve chegar ao Brasil nas próximas semanas a partir de R$ 2.699

Por Redação | 18.09.2015 às 16:25
photo_camera Divulgação

Depois de quase seis meses de espera, parece que os fãs brasileiros finalmente vão poder comprar seu Apple Watch. Lançado lá fora em abril, o relógio inteligente pode estar prestes a chegar ao país e, mantendo a tradição dos produtos da empresa, seu preço não é nem um pouco convidativo.

Segundo o site MacMagazine, a novidade deve chegar às lojas brasileiras a partir de R$ 2.699, um valor bem acima até do que as previsões mais pessimistas imaginavam. E parte dessa pancada está exatamente no aumento do dólar nos últimos meses, o que certamente colaborou para encarecer o smartwatch.

Apenas para ter uma ideia, o modelo de 38 milímetros que chegará aqui a esse preço custa, lá fora, US$ 349 — ou seja, cerca de R$ 1.374 na cotação atual. Em outras palavras, a metade do que vamos pagar por aqui.

A página detalha ainda que o Apple Watch estará disponível por aqui em dois tamanhos (38 mm e 42 mm) e nos modelos Watch Sport, Watch e Watch Edition, a tão comentada versão banhada a ouro. Confira os valores abaixo:

  • Apple Watch Sport de 38 mm: R$ 2.699
  • Apple Watch Sport de 42 mm: R$ 2.999
  • Apple Watch de 38 mm: R$ 3.899
  • Apple Watch de 42 mm: R$ 4.299
  • Apple Watch Edition de 38 mm: R$ 110.000

E, não, você não viu errado: o Apple Watch Edition chegará por aqui custando o mesmo que um carro de luxo. Com esse preço, por exemplo, é possível comprar um utilitário premium, como o Honda CR-V, que custa os mesmos R$ 110 mil — e, segundo consta, tem mais utilidade que o relógio.

As pulseiras também estarão disponíveis nas lojas nacionais, variando desde a linha esportiva de R$ 329 a algo mais luxuoso, que sai por R$ 4.299.

Apple Watch

O site não sabe dizer exatamente quando o Apple Watch começará a ser vendido por aqui, mas acredita que não será preciso esperar mais por muito tempo. Tanto que os funcionários das duas Apple Retail Stores brasileiras já fizeram todos os treinamentos e o produto foi devidamente homologado pela Anatel, fazendo com que seja apenas uma questão estratégica de a empresa definir a data exata para que a comercialização tenha início. A expectativa é que isso aconteça nas próximas semanas — ou, no mais tardar, em outubro.

E a demora para a chegada do produto foi fruto de uma série de problemas, a começar pela própria demora da companhia em repor seus estoques em todo o mundo. Além disso, outros pequenos problemas aqui no Brasil, como o atraso na contratação e no treinamento de vendedores e dificuldades em importar determinados itens necessários, fizeram com que o relógio chegasse somente neste fim de ano.

Já sobre os preços, não há muito o que comentar além de que essa era uma realidade que, embora assustadora, não é nada fora do comum. Os aparelhos da Apple são sempre muito caros por aqui e a alta do dólar apenas complicou a situação. Tanto que o iPad e os MacBooks já tiveram um aumento de 40% nos seus valores.

Via: MacMagazine