Apple vai pagar US$ 25 milhões por ter violado patentes na Siri

Por Redação | 19.04.2016 às 15:45
photo_camera Lackuna

Após acordo judicial, a Apple deve pagar US$ 24,9 milhões à empresa Dynamics Advances, que teve algumas de suas patentes utilizadas pela Maçã sem autorização na criação da assistente pessoal virtual Siri. A empresa fundada por Steve Jobs e Steve Wozniak deve pagar US$ 5 milhões imediatamente à Marathon Patent Group, que controla a Dynamics Advances, e o restante será quitado posteriormente.

Em contrapartida, a Apple vai receber a licença para utilizar a patente de forma legal e garantia de que não será processada novamente por este motivo ao longo dos próximos três anos. A razão da disputa judicial é o uso indevido por parte da Apple da “interface de linguagem natural utilizando o dicionário de resultados intermediários limitados”, originalmente desenvolvida por um professor do Rensselaer Polytecnhni Institute (RPI), do estado de Nova York, mas licenciado de maneira exclusiva para a Dynamics. Por isso, é provável que ao menos metade dos US$ 25 milhões pagos pela Apple seja destinado à instituição de ensino.

Nem todo mundo está feliz

O processo estava na Justiça desde outubro de 2012 e parece ter chegado a uma conclusão. Apesar disso, o RPI não concorda com os valores acertados no acordo entre Apple e Marathon Patente Group. Segundo nota divulgada pela instituição, o tema “deve ser resolvido em um julgamento”, mas ela também garante que “não vai impedir a resolução” acertada com a Maçã.

Fonte: Apple Insider