Apple vai banir aplicativos que soltam pum no Apple Watch

Por Redação | 27 de Abril de 2015 às 13h18

Há quem tenha comprado o Apple Watch para aproveitar as facilidades do gadget em seu punho, enquanto outros adquiriram o acessório para ostentar o cobiçado relógio inteligente ao mundo. No entanto, há quem foi atrás do produto apenas para ter uma nova forma de brincar com aplicativos de pum. Só que a Apple não quer mais que isso aconteça.

A empresa baniu da AppStore o app Fart Watch sob a alegação de ele não ser nada mais do que uma simulação do icônico e incômodo som. Provavelmente, a companhia não deve ter visto graça no aplicativo, que conecta o relógio com o smartphone e traz um pequeno botão em seu pulso que ativa o barulho no celular onde quer que ele esteja, deixando as pegadinhas um pouco mais elaboradas.

E o Fart Watch não foi o único programa a ser banido da loja, já que vários outros apps do gênero também foram impedidos de serem adicionados sob a mesma alegação. O curioso é o argumento da companhia, que foi bem clara ao dizer que não quer aplicativos de pum em seu smartwatch.

De acordo com a empresa de Cupertino, esses programas desrespeitam o termo de uso da loja que proíbe o envio de softwares duplicados ou que já existam aos montes, como lanternas, Kama Sutra e o famigerado simulador de peido. Desse modo, a Apple foi categórica ao dizer que o Fart Watch não vai ser permitido no Apple Watch.

Por outro lado, como o site Slash Gear aponta, vale destacar que a companhia nunca teve esse tipo de rigidez em torno dos apps que são enviados para o iPhone e que isso pode ser reflexo do fator novidade em torno do relógio — e do fato de ele ter um modelo de luxo de US$ 17 mil. Com o tempo, essas regras devem se tornar mais amenas e o pum liberado para todo mundo.

Fonte: Slash Gear

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.