Apple teria interrompido desenvolvimento de serviço de streaming

Por Redação | 12.02.2016 às 11:31
photo_camera BRUNO HYPOLITO / CANALTECH

O tão comentado serviço de streaming de televisão da Apple pode nunca se tornar realidade, pelo menos de acordo com as novas informações fornecidas pelo presidente da CBS, Lee Moonves. O CEO da rede de televisão norte-americana disse que as duas empresas estavam em negociações sobre licenciamento e retransmissão de conteúdo, mas que já há algum tempo a Maçã parou de falar sobre o assunto.

O executivo não deu mais detalhes sobre o andamento das conversas nem especulou porque elas poderiam ter parado, mas não demonstrou estar se importando muito. Segundo ele, “o telefone não para de tocar” no departamento de licenciamento da CBS, com nomes como Amazon e Netflix tendo grande destaque na compra de conteúdos – e, claro, ajudando de forma significativa nos lucros da emissora.

Para Moonves, esse é o futuro e a disponibilização de séries e shows por streaming será cada vez mais essencial para qualquer canal que queira permanecer relevante. O executivo estima que cerca de 40% dos ganhos totais da empresa no momento sejam oriundos do mercado digital, seja por meio de soluções próprias ou pelo licenciamento de suas produções para outros serviços.

São da CBS programas de grande audiência e preferência do público não apenas nos Estados Unidos, mas em todo o mundo. É o caso, por exemplo, de “The Big Bang Theory”, um dos campeões de audiência da emissora, “2 Broke Girls”, todas as variações de “C.S.I.”, “The Good Wife” e “Star Trek”, apenas para citar alguns. Além disso, o canal também tem os direitos de transmissão de cerimônias como o Globo de Ouro, Grammy e Victoria’s Secret Fashion Show.

Moonves foi um dos primeiros executivos do mundo da TV a revelar que a Apple havia começado as negociações para licenciamento de conteúdo gravado e também retransmissão de programas ao vivo. Recentemente, inclusive, surgiram boatos de que a Maçã estaria se preparando para comprar a Time Warner, uma conversa que, se verdadeira, não teve desenvolvimentos confirmados.

Oficialmente, entretanto, a Apple se mantém calada sobre seu serviço de televisão. A empresa mantém a mesma política em relação a seus produtos eletrônicos – evita falar sobre o assunto, não negando nem confirmando rumores e especulações, e fazendo os anúncios no próprio tempo, em eventos oficiais e passando a mensagem da maneira que prefere.

Fonte: CNN Money