Apple se torna marca mais valiosa do mundo em novo ranking da BrandZ

Por Rafael Rodrigues da Silva | 27 de Junho de 2019 às 18h20
Divulgação
Tudo sobre

Apple

Saiba tudo sobre Apple

Ver mais

Nesta quinta-feira (27) a WPP e a Kantar divulgaram o novo ranking das 20 marcas globais de tecnologias mais valiosas do BrandZ, um dos maiores bancos de dados de brand equity do mundo. E, ainda que não tenha apresentado muitas variações em relação ao ranking do ano passado, em 2019 temos uma mudança no topo da lista.

Isso porque a Apple conseguiu ultrapassar a Google, tomando o primeiro lugar da lista com um valor de marca de US$ 309,5 bilhões. Ao mostrar no último ano que é mais do que uma marca de dispositivos eletrônicos inteligentes e revelar iniciativas como um serviço de streaming de séries e filmes e um novo cartão de crédito, a empresa conseguiu mudar sua percepção pública e aumentar o valor e sua marca em 3%, assumindo assim o primeiro lugar da lista.

A Google fica logo atrás, com um valor de marca de US$ 309 bilhões. Ainda que a empresa também tenha apresentado crescimento em relação ao ano passado, não foi o suficiente para se manter no topo, e a gigante da internet acabou com a segunda colocação entre as maiores marcas globais.

Em terceiro lugar aparece a Microsoft, com um valor de 252,2 bilhões. Ainda que a marca tenha apresentado um crescimento de 25% por conta de uma nova gama de serviços para consumidores profissionais e soluções B2B, ainda não foi o suficiente para brigar pelo todo da lista, e a gigante da informática se mantém confortavelmente na terceira posição. O Top 5 é completado pelo Facebook (US$ 159 bilhões em valor de marca) e pela Tencent (US$ 130,9 bilhões), que viram suas marcas perderem muito valor de mercado devido a escândalos relacionados à privacidade (no caso do Facebook) e à intervenção do governo (no caso da Tencent, que perdeu muito de sua receita advinda de jogos online devido a sanções criadas pelo governo chinês).

Ranking das 20 marcas de tecnologia mais valiosas (Imagem: Brandz)

Vale o destaque positivo também ao Instagram, que acumulou uma valorização de 95% no valor de sua marca no período, galgando oito posições na lista e terminando na 12ª colocação, com um valor de US$ 28,2 bilhões. Também se destacaram a Xiaomi e a Dell, que pela primeira vez aparecem entre as 20 marcas mais valiosas do ranking da BrandZ. Já o destaque negativo fica por conta da Baidu, que viu sua marca se desvalorizar em 22% durante o ano e despencou sete posições no ranking, terminando na 18ª posição.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.