Apple remove seção dedicada ao iPod em menu principal na homepage de seu site

Por Redação | 09.06.2015 às 17:55
photo_camera Divulgação

Foram muitos os anúncios da Apple durante o keynote de abertura da Worldwide Developers Conference 2015. Desde o serviço de streaming de músicas pela internet Apple Music até ao novíssimo iOS 9. Mas enquanto tudo isso era revelado, um detalhe passou despercebido no site oficial da empresa e pode indicar o começo do fim de um dos produtos mais icônicos da história da Maçã: o iPod.

Acontece que desde a última segunda-feira (8), quando teve início mais uma edição da WWDC, o menu no topo da página inicial no site da Apple não exibe mais o item "iPod", dedicado exclusivamente ao dispositivo, e que foi substituído pela seção "Music". Obviamente, o item não desapareceu por completo, mas a partir de agora é preciso acessar a aba "Store" e depois "Comprar iPod" se quiser saber mais detalhes do produto.

Também é possível encontrar mais informações sobre o iPod na própria seção "Music", só que a parte dedicada ao tocador de músicas fica no final da página. Além disso, o endereço apple.com/ipod continua funcionando, e traz links para saber mais sobre os modelos do aparelho (touch, nano e shuffle).

Além da exclusão do item "iPod", a Maçã fez pequenas alterações na aba no topo principal de sua homepage. Antes era exibida a sequência "Store / Mac / iPad / iPhone / Watch / Music / Support", que agora foi substituída por "Store / Mac / iPad / iPhone / Watch / Music / Support". As mudanças já atingem também a versão brasileira do site da Apple.

Mesmo assim, não se pode ignorar a remoção de uma aba exclusiva ao iPod, e isso pode significar que a Apple pode estar considerando adotar uma nova estratégia para lidar com o gadget. Na divulgação de seus resultados financeiros do primeiro trimestre de 2014, a companhia incluiu as vendas do iPod junto às vendas da Apple TV, Beats Electronics e outros acessórios, sem revelar números exatos, apenas as receitas.

O último levantamento oficial publicado pela entidade saiu em outubro de 2014, e correspondia aos meses de julho, agosto e setembro do ano passado. Na época, a empresa afirmou ter comercializado 2,6 milhões de unidades do iPod, totalizando US$ 410 milhões em receitas. No entanto, tais quantidades não se comparam com as vendas de iPads, iPhones e Macs. Aliás, a comercialização de iPods vem caindo ano após ano conforme são anunciados novos iPhones.

Como destaca o Mashable, o iPod não está de fato morto, pelo menos não até que a Apple pare de vendê-lo oficialmente. A questão é que o dispositivo, embora seja um dos símbolos na história da empresa e tê-la ajudado a elevar as vendas dos players de música ao longo dos anos 2000, parece não despertar mais o interesse dos consumidores e não ter mais espaço no catálogo de produtos atuais da Apple, dominado principalmente pelos iPhones 6, 6 Plus, 5S e 5C.

Em setembro de 2014, durante o anúncio do iPhones 6 e do Apple Watch, a Maçã descontinuou o famoso iPod Classic, que foi removido definitivamente das lojas nas quais era vendido. Lançado em 2001, o aparelho teve diversas versões — a original tinha 5 GB e a última, lançada em 2007, continha 160 GB de armazenamento interno.

Fonte: Mashable