Apple reduz salário de Tim Cook em US$ 1,5 milhão após queda nas vendas em 2016

Por Redação | 06.01.2017 às 13:33

Nesta sexta-feira (06), a Apple anunciou que sua equipe de executivos, incluindo o chefe Tim Cook, tiveram seus salários reduzidos em 2016, refletindo o primeiro declínio da companhia em 15 anos.

Depois de não conseguir atingir as metas de receita e lucro no ano passado, a empresa da Maçã cortou pouco mais de US$ 1,5 milhão do pagamento do seu CEO. Isso significa que a compensação de Cook caiu de US$ 10,28 milhões em 2015 para US$ 8,75 milhões em 2016.

As vendas anuais da companhia ficaram na casa dos US$ 215,6 bilhões ficaram 3,7% abaixo da meta de US$ 223,6 bilhões. Já a receita operacional de US$ 60 bilhões foi 0,5% menor que a meta de US$ 60,3 bilhões. Ao todo, as vendas líquidas caíram 7,7% em 2016 e a receita operacional caiu 15,7% em relação ao ano anterior.

Como resultado, os executivos da Apple tiveram um total de 89,5% do seu incentivo monetário anual redirecionado. No entanto, o salário base de outros diretores da empresa permaneceu estável em US$ 1 milhão em 2016, embora a remuneração total deles também tenha apresentado queda.

Via Apple Insider