Apple quebra o próprio recorde de companhia mais valiosa do mundo

Por Redação | 08 de Maio de 2017 às 13h27

A Apple já era a empresa de maior valor do mundo, e nesta segunda-feira (8) solidificou ainda mais esse status. Na abertura do pregão, as ações da companhia começaram a ser negociadas por US$ 149,06 cada, levando o total de mercado da companha além da marca de US$ 776,6 bilhões.

A marca já era da Apple desde fevereiro de 2015, quando chegou a um valor de US$ 774,7 bilhões. O valor desta semana se une, ainda, a uma série de recordes que vêm sendo batidos pela companhia desde o ano passado, frutos, principalmente, do bom desempenho de produtos e da antecipação à chegada de novas versões do iPhone, principalmente.

O movimento desta segunda estaria relacionado a dois fatores. O primeiro seria o anúncio, durante revelação de resultados financeiros para o primeiro trimestre deste ano, de que a empresa estaria intensificando seu movimento de recompra de ações, o que teria agradado aos investidores devido à menor disponibilidade de papéis no mercado, aumentando o valor daqueles que estão em negociação.

Depois, vieram as declarações de Warren Buffett, que disse que a Apple é um investimento bastante atraente, com produtos que geram fidelidade nos usuários e uma ótima gestão capitaneada por Tim Cook. Ele, que já havia quadruplicado seu investimento na empresa ao longo de 2016, tem uma participação de US$ 18 bilhões na companhia e afirmou apostar nela como uma bela possibilidade de ganhos para o futuro próximo.

Teriam ajudado, também, a informação de que a Apple teria ultrapassado a Fitbit para se tornar a maior fabricante de tecnologias vestíveis do mundo, além da sempre iminente revelação de uma nova família de iPhones para este ano. No total acumulado, as ações da Apple já têm alta de 29% em 2017, e no momento em que essa reportagem é escrita, são negociadas com alta de mais de 2%.

Fonte: Business Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.