Apple Pencil brasileira fica R$ 100 mais cara uma semana após seu lançamento

Por Redação | 07 de Dezembro de 2015 às 13h00
photo_camera Divulgação/Apple

O iPad Pro chegou ao Brasil no último dia 1º de dezembro e, com ele, a Maçã trouxe ao país a tão comentada Apple Pencil, a caneta capaz de executar pequenas tarefas com uma precisão incrível no novo tablet. Assim como nos Estados Unidos, ela também aportou por aqui com um preço bem salgado, custando R$ 749. No entanto, não há nada que esteja ruim que não possa piorar. Tanto que a empresa decidiu reajustar o valor do acessório e o valor ficou ainda mais intragável, chegando a R$ 849.

Isso mesmo, temos uma stylus que custa mais que muito smartphone por aí e quase um salário mínimo. O novo preço já aparece no site oficial da Apple brasileira. Ainda segundo a página, quem levar o produto à vista ainda consegue um desconto de pouco mais de 10%. Assim, se você tem muito dinheiro sobrando e uma vontade louca de conferir a caneta para casa, pode consegui-la por até R$ 764,10.

A empresa não informou a razão para a mudança no valor, ainda mais com o dólar estável na casa dos R$ 3,75 já há algum tempo. Mais do que isso, o iPad Pro e a Smart Keyboard, que chegaram junto ao nosso mercado, não sofreram qualquer alteração em suas etiquetas.

Apple Pencil 849

Com isso, temos o caso mais estranho de supervalorização de um item na história dos produtos de tecnologia no Brasil. Afinal, ele ficou R$ 100 mais caro em menos de uma semana sem qualquer razão aparente. Pode ser que a marcação inicial estivesse errada, mas não deixa de ser um choque ver um salto tão grande assim de uma hora para outra. Conhecendo a Apple, é bem difícil imaginar que teremos uma explicação vindo para isso.

Fonte: Apple

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.