Apple parece ter desistido de direcionar Apple Watch para o público de alto luxo

Por Redação | 08 de Setembro de 2016 às 08h47

Pode ser que a Maçã tenha desistido de direcionar seu smartwatch ao público de alto luxo numa tentativa de vender mais unidades do gadget para o público geral. Isso porque a companhia lançou nesta quinta-feira (07) a segunda geração do Apple Watch que, apesar de trazer melhorias significativas em seu hardware e também no display, não teve seu design remodelado de maneira a agradar ao público mais requintado.

Em 2014, a Apple anunciou a coleção “Edition” do relógio inteligente, cujo acabamento todo em ouro faria com que seu preço chegasse a exorbitantes US$ 5 mil. Já no segundo trimestre de 2016, a Maçã lançou o Apple Watch em uma nova versão contando com pulseiras coloridas da grife Hermès com preços chegando aos US$ 690. No entanto, o novo Apple Watch Series 2 chegou com acabamento bastante básico, apesar de elegante, com preços a partir de US$ 369.

O novo Apple Watch Edition, dessa vez com acabamento em cerâmica (Reprodução: Apple)

Além disso, o Apple Watch de ouro já nem existe mais nas lojas oficiais da Apple - sinal de que o modelo não deu certo mesmo -, mas a coleção com pulseiras da Hermès ainda pode ser adquirida nos Estados Unidos. Já a nomenclatura “Edition” agora deu lugar a um modelo de cerâmica branca que custará cerca de um décimo do valor do Edition de dourado. Ele trará todos os recursos do Apple Watch Series 2, mas com esse acabamento igualmente bonito e resistente a riscos. Isso porque a cerâmica é quatro vezes mais rígida do que o aço inoxidável, e seu acabamento perolado e brilhante não risca e também não mancha.

Apple Watch Nike

O Apple Watch também será lançado em uma versão em parceria com a Nike (Reprodução: Apple)

Outra novidade é o Apple Watch Nike+, uma versão esportiva da segunda geração do smartwatch em parceria com a Nike, que conecta o usuário a outros corredores com o Nike+ Run Club. Enquanto seu GPS integrado registra os passos dados pelo usuário, sua pulseira esportiva é feita de fluoelastômetro leve e resistente, ideal para os praticantes de esportes já que suas dezenas de furos moldados por compressão reduzem seu peso e melhoram a ventilação.

E mais: a primeira geração do smartwatch da Maçã foi renomeada para Apple Watch Series 1, ganhando um novo processador dual-core e custando US$ 269. Isso mostra que a Maçã, apesar de lançar a segunda geração do gadget, não está disposta a largar mão do primeiro modelo, aprimorando-o por dentro para conquistar uma nova base de usuários.

Fonte: The Verge