Apple pagará mais de R$ 1,3 bilhão em acordo de caso de fraude fiscal na Itália

Por Redação | 30 de Dezembro de 2015 às 14h12
photo_camera Divulgação

A Apple aceitou pagar um acordo de € 318 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão) em uma investigação contra a subsidiária italiana da empresa, suspeita de fraudar a declaração de receitas entre 2008 e 2013. De acordo com o jornal italiano La Repubblica, a Apple Itália teria pago apenas € 30 milhões (R$ 130 milhões) dos € 880 milhões (R$ 3,8 bilhões) devidos em imposto no período.

A investigação afirma que a Apple estaria fraudando informações sobre suas vendas na Itália, transferindo-as para a operação na Irlanda, onde está a sede europeia da empresa. A Irlanda é um dos países com os menores impostos para empresas dentro da União Europeia, com alíquotas de até 12,5% - em comparação com os 27,5% cobrados na Itália.

A investigação contra a Apple, que envolve ao menos três gerentes da companhia, deve continuar mesmo com o pagamento do acordo, mas a expectativa é que o valor possa ter um impacto positivo no resultado do caso para a companhia norte-americana. A Apple não comentou o caso.

Fontes: The Verge, La Repubblica

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.