Apple Music chega amanhã e já tem hora marcada

Por Redação | 29 de Junho de 2015 às 09h54

Depois de muito mistério e expectativa, o Apple Music finalmente está chegando. Conforme revelado pela empresa durante o último WWDC, no início do mês, o novo serviço de música por streaming vai começar a funcionar a partir de amanhã, dia 30 de junho, e eis que os primeiros detalhes sobre esse lançamento já estão a circulando por aí.

A principal delas é que a novidade já tem hora para chegar — o que vai diminuir um pouco a ansiedade dos fãs mais afoitos pelos serviços e recursos da Maçã. Conforme revelado pela companhia, a plataforma musical vai ter sua transmissão iniciada a partir das 12h, no horário de Brasília, juntamente com a versão 8.4 do iOS, atualização que vai trazer o Apple Music ao iPhone, iPod e iPad.

Para marcar essa inauguração, o Apple Music contará ainda com uma programação especial. Como a ideia do serviço é exatamente ir além das playlists e trazer programas de DJs e outros nomes da rádio mundial, o escolhido para dar esse pontapé vai ser o DJ Zane Lowe, que vai apresentar sua seleção musical dentro da emissora Beats 1 a partir das 13h.

Apple Music

Além disso, na semana passada, a Apple comentou um pouco sobre o que podemos esperar dessa que deve ser sua principal rádio. Segundo ela, a ideia é trazer uma lista de canções realmente de peso e sempre acompanhadas de grandes nomes. O site Cult of Mac cita o exemplo de Dr. Dre, que deve ganhar um programa chamado The Pharmacy, no qual vai se concentrar nas melhores músicas do hip hop e do R&B. Outros nomes, como Jaden Smith (sim, o filho do Will Smith) e Elton John também devem ter seus espaços dedicados.

Outro ponto é que a Beats 1 deve trazer uma lista considerável de entrevistados. Como explicado durante o WWDC, a ideia do Apple Music é exatamente estreitar a relação entre artistas e fãs e conversar com os músicos é uma ótima forma de torná-los “mais humanos”. Então, pode esperar a presença de nomes como Eminem, Drake, Pharrell Williams e tantos outros dando seus pitacos em bate-papos dentro do novo serviço.

Relembrando

O Apple Music nasceu como uma resposta da empresa diante do sucesso de plataformas musicais via streaming, como Spotify e Deezer. Anunciado no último dia 8 de junho durante a apresentação da companhia no WWDC, depois de meses de muita especulação, o grande diferencial do Music está no conteúdo exclusivo para assinantes e que vai muito além do acesso às músicas.

Apple Music

A empresa de Cupertino se esforçou para criar um conteúdo diferenciado, focando nas emissoras e em nomes reconhecidos dentro do mundo fonográfico. Exemplo disso é a própria Beats 1, que trará Zane Lowe para apresentar seus programas após ele passar anos à frente da programação da BBC Radio 1.

Além disso, a Apple fez questão de oferecer uma espécie de período de testes gratuitos como forma de incentivo para que assinantes de outros serviços migrem para o Music. Assim, apesar da assinatura ter sido anunciada em US$ 9,99, os usuários vão contar com os primeiros três meses gratuitos. No Brasil, o valor não foi divulgado, ainda que o acesso à novidade esteja disponível também nesta terça-feira.

Neste primeiro momento, o Apple Music estará presente apenas para aparelhos com iOS, a partir da atualização 8.4 do sistema, e para PC e Mac. Uma versão para Android foi prometida ainda para este ano, mas sem data confirmada.

Via: The Verge, Cult of Mac

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.