Apple já ganha mais dinheiro vendendo relógios que a Rolex, segundo estimativas

Por Redação | 05 de Maio de 2017 às 16h00
photo_camera Divulgação

Apesar de a Apple não ter divulgado os dados referentes às vendas do Apple Watch, alguns especialistas têm feito estimativas que, se forem confirmadas, mostrarão um grande suceso da divisão de wearables da Maçã.

De acordo com as análises feitas, as vendas do smartwatch da gigante de Cupertino têm crescido consideravelmente desde o ano passado. Os números apresentados, ainda que não oficiais, mostram que no segundo trimestre de 2016 foram 1,8 milhão de unidades vendidas, quantidade que se repetiu no segundo trimestre. Os relatórios dizem , ainda, que nos últimos três meses do ano passado a Apple atingiu a marca de 5,4 milhões de relógios vendidos, enquanto o primeiro trimestre de 2017 deve ter registrado um alcance de 3,2 milhões.

Caso as informações sejam confirmadas, o Apple Watch terá superado a Rolex, tornando-se a marca líder de relógios do mundo. No entanto, é importante notar uma diferença: "marca" não significa "fabricante". O grupo Swatch continua em primeiro lugar em vendas, por ser um conglomerado responsável por diversas marcas, como Omega, Swatch, Rado, Certina, Longines, Tissot etc. De qualquer maneira, quantas empresas podem dizer que se tornaram líder de mercado em apenas dois anos? Ao que tudo indica, a Apple pode.

Fonte Hipertextual

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.