Apple está desenvolvendo um concorrente para o Google Home, afirma jornal

Por Redação | 27.05.2016 às 09:19

De acordo com informações reveladas nesta semana pelo jornal norte-americano The Information, a Apple está criando sua própria assistente virtual para domicílios — algo similar ao que a Amazon fez com o assistente Echo e ao Google Home, gadget inteligente apresentado pela empresa há cerca de uma semana na I/O 2016.

Não só um gadget está sendo desenvolvido para concorrer com os aparelhos já existentes como a Siri também deve ganhar algumas mudanças: a assistente permitirá que desenvolvedores terceiros possam interagir com ela em seus aplicativos. Ainda segundo informações do portal, o suposto 'Apple Home' seria algo para um futuro mais distante e, provavelmente, as novidades que modificarão internamente a Siri devem chegar mais cedo.

Apple prepara assistente domiciliar

Apresentado na I/O 2016, o Google Home é uma extensão do Google Now e do Google Assistant para a sua casa (Imagem/Reprod.: Android Police)

Inclusive, um SDK próprio para a Siri pode ser lançado em junho durante a WWDC, evento anual da Apple que, neste ano, ocorrerá do dia 13 ao dia 17 do mês que vem. Atualmente, apenas alguns serviços escolhidos a dedo pela Maçã têm integração com a Siri. O Yelp!, por exemplo, provém avaliações e indicações de estabelecimentos à assistente conforme o usuário pede essas indicações. Entretanto, esse tipo de integração é muito limitada e não dá espaço para que um desenvolvedor crie novos recursos para a Siri ou recursos baseados nas funcionalidades dela.

O gadget destinado a competir com o Google Home e Amazon Echo, segundo o jornal, terá integração com o Apple HomeKit, uma espécie de API da empresa introduzida no iOS 9 que permite a um usuário do sistema controlar eletrodomésticos e eletrônicos da sua casa que sejam compatíveis com essa tecnologia.

Apple prepara assistente domiciliar

Já o Echo, da Amazon, tem como principal vantagem a possibilidade de interagir com serviços de terceiros, apesar de ser restrito aos falantes de inglês (Imagem/Reprod.: TechnoBuffalo)

O objetivo de todas essas mudanças seria integrar mais os serviços da Apple e aumentar a capacidade da Siri em todos os ambientes em que um usuário encontra um dispositivo da empresa. Com a integração, seria possível chamar um carro do Uber ou pedir pizzas pela internet utilizando a assistente em qualquer ambiente da sua casa, algo que a Alexa, responsável pelo funcionamento do Amazon Echo, já faz muito bem.

Embora empolgantes, é válido lembrar que nenhuma dessas informações é oficial. O próprio jornal responsável pelos vazamentos sugere que as coisas podem ser muito diferentes para o usuário final e que não há nenhuma informação confirmada sobre como e quando todos esses lançamentos devem acontecer. Entretanto, é compreensível que a Apple incremente sua assistente para que ela adquira integração multiplataforma e possa se manter competitiva em relação ao que foi apresentado pela concorrência nos últimos meses.

Via: The Information