Apple compra Mapsense para reforçar seu serviço de mapas e localização

Por Redação | 17 de Setembro de 2015 às 13h30

A Apple realizou a aquisição da empresa de análises de big data Mapsense, que irá permitir a gigante norte-americana assimilar o enorme volume de informações sobre localização e mapas gerados pelos smartphones, dispositivos e carros conectados a internet.

Fundada apenas há dois anos em São Francisco por um ex-engenheiro da Palantir, a Mapsense tornou-se pioneira em análise de dados de localização e uma das empresas privadas mais valiosas do Vale do Silício.

De acordo com informações de fontes próximas à negociação, a Apple pagou 25 milhões de dólares pela companhia, que possui 12 funcionários, alguns deles ex-funcionários da própria Apple, Google e Palantir. Recentemente, a Mapsense conseguiu um aporte financeiro de 2,5 milhões de dólares de investidores como a General Catalyst, Redpoint Ventures e Formation8.

A tecnologia de geolocalização baseada na nuvem da Mapsense vai muito além do que simplesmente oferecer uma melhora na qualidade dos mapas da Maçã. A Apple poderia, por exemplo, processar a gigantesca quantidade de dados gerados por milhões de dispositivos móveis em tempo real para colaborar com a navegação automática.

No ano passado, a Mapsense explicou como sua tecnologia podia utilizar dados de smartphones para traçar exatamente a localização de uma pessoa que está tuitando sobre um festival de música. Esse trabalho de geolocalização é cada vez mais importante à medida que novos dispositivos da Maçã são vendidos e novos serviços que utilizam o sistema de localização e navegação são utilizados.

A compra da Mapsense também pode contribuir significativamente para o projeto de carro autônomo que a Apple mantém em segredo. Com os automóveis gerando e recebendo informações de localização o tempo todo enquanto estão em funcionamento, a tecnologia de processamento destes dados em tempo real e de maneira precisa se faz altamente necessária.

A aquisição da Mapsense aumenta o número de companhias que a Apple tem adquirido recentemente. A HopStop, provedora de navegação de transportes públicos, também foi uma aquisição voltada para reforçar o setor de localização e mapas da empresa. Em 2013, a Apple pagou quase 200 milhões de dólares pela Topsy, empresa de big data especializada em redes sociais.

Via Re/code

Fonte: http://recode.net/2015/09/16/apple-acquires-mapsense-a-mapping-visualization-startup/

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.