Apple avança no desenvolvimento de produto para concorrer com Amazon Echo

Por Redação | 23.09.2016 às 15:02
photo_camera Divulgação

A Apple está cada vez mais próxima do lançamento de seu próprio dispositivo para casas conectadas, que deverá ser um forte concorrente para produtos como o já disponível no mercado Amazon Echo e o Google Home - anunciado em maio, durante a conferência Google I/O.

Os primeiros rumores de que a empresa de Tim Cook estaria trabalhando em sua própria unidade para conexões domésticas surgiram em maio. De acordo com a Bloomberg, no entanto, agora o dispositivo já teria deixado o setor de pesquisa e desenvolvimento (R&D) e teria sido movido para a fase de testes.

A expectativa é que o equipamento, ainda sem nome, utilize a Siri para comandos de voz que controlem diferentes interfaces inteligentes dentro de uma casa, como eletrodomésticos e iluminação. A oferta da empresa supostamente terá uma tecnologia interna "mais avançada" de microfonia e de alto-falantes, o que deverá tornar o gadget mais eficiente do que o de o Echo ou o Home.

Os protótipos sendo testados pela Apple também incluiriam reconhecimento facial para detectar quem está em um cômodo ou como está o humor da pessoa, resultado de duas aquisições da Apple nos últimos dois anos de startups com tecnologias neste setor - Faceshift e Emotient. Com a tecnologia, usuários também poderiam controlar o produto com o rosto, mandando e-mails, fazendo buscas na web ou até interagindo com redes sociais através de de expressões faciais.

A Apple teria começado o projeto de uma central doméstica inteligente ainda em 2014, quando a ideia era integrar todas as funções ao Apple TV. O plano não foi para a frente e a empresa teria iniciado o desenvolvimento de um novo produto independente.

Nesta quinta-feira (23), documentos de um dispositivo ainda desconhecido, mas do tamanho do Apple TV e com conectividade NFC e Blutooth, foram enviados ao órgão regulador de comunicações dos Estados Unidos, o Federal Communications Commission (FCC), colocando mais lenha nos rumores rondando o suposto novo produto da Apple.

Fonte: Bloomberg