Anunciantes não estão felizes com o novo app de notícias da Apple

Por Redação | 14 de Setembro de 2015 às 10h25

O mercado de publicidade não está satisfeito com as normas implementadas no Apple News, novo aplicativo de notícias que estará disponível junto com o iOS 9 para iPhones e iPads. De acordo com o jornal The New York Post, os executivos do mercado publicitário estão se queixando das regras restritas impostas pela Apple sobre como os anúncios serão exibidos ao lado dos editores no novo aplicativo.

Liberado para o público a partir do dia 16 de setembro, o Apple News inclui uma nova interface que exibe gráficos, vídeos e outros conteúdos multimídia. A interface do app é rápida e intuitiva, o que deverá atrair mais usuários a experimentarem o aplicativo. O Newsstand será descontinuado pela Apple para abrir caminho para o serviço.

Um executivo de publicidade afirmou que o Apple News "dá algumas grandes maneiras de distribuir nosso produto, mas eles não estão nos dando maneiras de monetizar isso". O Apple News não vai permitir que o DoubleClick, serviço de publicidade do Google, seja incorporado. Isso, segundo especialistas, sinaliza uma nova discórdia entre Apple e Google, cujos anúncios também podem ser alvos em um novo recurso de bloqueio no navegador Safari. Além disso, o mercado de publicidade também está irritado com a exigência da Apple em aprovar cada campanha com 48 horas de antecedência.

Alguns editores como CNN, Time Inc. e Vox Media concordaram em oferecer a maior parte de seus conteúdos para o novo aplicativo como maneira de maximizar o número de leitores, mas outras marcas, particularmente as que oferecem modelos de assinatura, como The New York Times e Wall Street Journal, estão racionando artigos para o Apple News, escolhendo apenas algumas de suas matérias para o novo app.

Com a tensão aumentando, o CEO da Apple, Tim Cook, abriu mão de alguns dos controles impostos anteriormente para o aplicativo. Por exemplo, o Apple News recentemente permitiu que editores incorporem artigos com links que vão para seus próprios sites, segundo afirmaram algumas fontes.

Assim como no "Instant Articles", do Facebook, os editores têm que escolher o nível de controle que eles querem dar para a Apple como maneira de, simultaneamente, alcançarem um maior público.

Via New York Post

Fonte: http://nypost.com/2015/09/11/apple-news-app-draws-ire-of-adverstisers/http://www.businessinsider.com/advertisers-are-not-happy-with-apples-upcoming-news-app-2015-9?utm_source=feedly&utm_medium=webfeeds

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.