Angry Birds quer colocar todas as crianças do mundo na escola

Por Redação | 29 de Junho de 2015 às 18h49

Nesta segunda-feira (19), a Rovio Entertainment, criadora do game Angry Birds, se uniu a uma campanha global de educação chamada "A World at School" (Um Mundo na Escola) para lançar um novo campeonato de Angry Birds Friends, no qual incentiva os jogadores a apoiar uma petição que visa garantir que cada criança tenha o direito de ir à escola e aprender.

O campeonato foi projetado com exclusividade e possui seis níveis de jogo dos famosos pássaros. A ideia é apoiar as 58 milhões de crianças ao redor do mundo que estão fora da escola devido ao casamento infantil, trabalho infantil, discriminação e conflito.

A Rovio acredita que pode usar o poder de Angry Birds para ajudar a oferecer educação para todos. "Nossos jogos já foram baixados mais de três bilhões de vezes. Em alguns países, o jogo já foi baixado mais vezes do que o tamanho da população. Com um alcance global como esse, nós queremos ajudar dando voz aos jovens que exigem uma educação. Juntos, podemos fazer a mudança acontecer", disse o executivo da empresa Peter Vesterbacka.

A petição intitulada #UpForSchool já conta com seis milhões de assinaturas e essa parceria exclusiva visa dar um impulso significativo para esse número. A petição será levada para a Cúpula da Educação, oferecida pelo governo norueguês, no dia 7 de julho, onde os ativistas estão chamando os líderes mundiais para fazer uma nova plataforma para garantir com prioridade o direito à educação para crianças em situação de conflito ou de emergência.

Sarah Brown, ativista e cofundadora da campanha "A World at School", disse que a equipe da Rovio tem demonstrado verdadeiro compromisso com a causa da educação global. "Essa nova parceria proporciona uma plataforma única para chegar ao público jovem e digitalmente ativo sobre uma questão importante", disse Sarah. "Os jovens já estão liderando o movimento para lutar pelo direito de toda criança de ter uma educação, mas precisamos de mais vozes para assegurar que 2015 será o ano onde todas as crianças terão o direito de ir à escola garantido", completou.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.