Angela Ahrendts, da Apple, é a executiva mais bem paga dos EUA

Por Redação | 07 de Maio de 2015 às 12h07

A primeira mulher a integrar o time de executivos-chave da Apple também foi, em 2014, a mais bem-paga dos Estados Unidos. Angela Ahrendts, diretora de varejo e lojas online da Apple, aparece no topo de um ranking compilado pela Bloomberg, tendo recebido US$ 82,6 milhões ao longo de todo o ano passado, em salários e bonificações.

Essa ideia se torna ainda mais impressionante quando se pensa que, na verdade, ela passou a integrar o quadro de funcionários da Apple apenas em maio de 2014. Atualmente com 54 anos de idade, ela foi contratada para gerenciar toda a operação de vendas da Maçã após uma grande experiência na Burberry, uma das mais conceituadas marcas europeias de moda e luxo.

O montante foi suficiente para deixar para trás outras figuras proeminentes do sexo feminino, que também têm atuação importante no mercado de tecnologia. No segundo lugar, por exemplo, está Safra Catz, diretora financeira da Oracle. Ela recebeu, ao longo de 2014, valores que chegam a US$ 71,2 milhões, um valor ligado, principalmente, à sua promoção a co-CEO da companhia.

Em terceiro lugar está Marissa Mayer, a diretora do Yahoo. Apesar de ter ficado com a medalha de bronze em termos de pagamento, com “apenas” US$ 59,1 milhões, ela lidera a lista quando o assunto são as CEOs do sexo feminino. Boa parte desse total é composta de ações, algo que, como afirma a reportagem, acaba contribuindo para grandes flutuações. Neste ano, por exemplo, ela pode chegar facilmente ao topo, mas ao mesmo tempo, também pode acabar perdendo posições.

A relação da Bloomberg também inclui nomes como a presidente da Lockheed Martin, Marillyn Hewson, Heather Bresch, CEO da NV, e Martine Rothblatt, co-CEO da United Therapeutics. Sheryl Sandberg, do Facebook, e Vijaya Gadde, do Twitter, também aparecem na listagem.

Fonte: Bloomberg

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.