Análise de dados sobre possível fraude fiscal do Google pode levar anos

Por Redação | 29.05.2016 às 17:10

A análise dos dados apreendidos pelos investigadores no escritório do Google em Paris, França, na semana passada poderia levar anos, de acordo com a procuradora francesa Eliane Houlette. Dezenas de policiais invadiram os escritórios do Google na última terça-feira (24) devido a uma suspeita de evasão fiscal.

"Reunimos uma grande quantidade de dados dos computadores", disse Houlette em entrevista, acrescentando que 96 pessoas tomaram parte da operação. "Precisamos analisar [os dados]... vai demorar meses, espero que não demore vários anos, mas estamos com recursos muito limitados."

O Google alega que está em plena conformidade com a legislação francesa, mas segue sofrendo pressão em toda a Europa, onde a opinião pública e o governo se mostram irritados com a forma como as multinacionais exploram a sua presença global para tentar driblar regras fiscais.

Sem acordo

O Ministro das Finanças da França, Michel Sapin, também se manifestou sobre o assunto, dizendo que o país não tem nenhuma intenção de recuar em sua investigação sobre o Google. "Nós vamos percorrer todo o caminho. Podem haver outros casos", disse o ministro aos jornalistas neste domingo (29).

Sapin também deixou claro que "não haverá negociações", eliminando assim a possibilidade de um acordo com a gigante da internet.

Fonte: Reuters e The Telegraph