Amazon Web Services lança serviço de aprendizado de máquinas para Big Data

Por Redação | 14.04.2015 às 14:25

As empresas que utilizam o AWS (Amazon Web Services) em breve serão capazes de utilizar em seus ambientes e negócios recursos semelhantes aos de análise e cruzamento de grandes volumes de dados da Amazon para recomendar livros e produtos em seu e-commerce. Isso será possível porque a AWS introduzirá um serviço de aprendizado de máquinas baseado em cloud computing para clientes corporativos.

Os rumos da empresa são semelhantes aos traçados pela IBM e Microsoft, que adicionaram ferramentas para o fortalecimento de ofertas relacionadas ao Machine Learning e suas estruturas em nuvem. O tópico se relaciona a aspectos de inteligência artificial e construção de algoritmos que aprendem a partir de dados.

Os projetos de Big Data simplesmente não avançam, segundo visão da Amazon, porque demandam muito esforço e tempo para encontrar informações críticas escondidas em meio a montanhas de dados. "Temos um grande legado de conhecimento em aprendizado de máquinas", defendeu Jeff Bilger, gerente da divisão responsável pela estratégia.

Aos poucos, o Machine Learning está ganhando atenção das companhias. Empresas como a Ford e institutos de pesquisas na área de saúde têm aumentando consideravelmente o uso dessas ferramentas para encontrar e extrair informações de maneira rápida e precisa, de uma forma que ficaria muito complicado para ser executado por seres humanos.

No mês passado, pesquisadores da Carnegie Mellon University e da Universidade de Pittsburgh revelaram que analisaram registros de prescrição, perfis genéticos, diagnóstico por imagem e registros de saúde de vários pacientes para poderem achar informações úteis que ajudem a traçar caminhos eficientes para o tratamento de suas enfermidades. Esses dados coletados são cruzados com outras informações externas, como estilo de vida, faixa etária e histórico familiar, e são uma visão mais ampla a todo o processo de cura. Isso deve-se ao fato de alguns tipos de drogas para determinadas doenças atuarem melhor que outros em determinadas situações.

Um dos objetivos da AWS é trazer essas análises mais sofisticadas de grandes volumes de dados para um universo maior de empresas, com aplicações nas mais variadas frentes. Bilger cita, por exemplo, que companhias poderão descobrir qual é a cor e o modelo de tênis que mais vendem em determinada cidade. Sendo assim, poderão traçar estratégias comerciais mais assertivas para fidelizar clientes.

O executivo ainda afirmou que o "Machine Learning é resultado de tudo que aprendemos no processo de capacitar milhares de desenvolvedores da Amazon para construir rapidamente modelos e experiências e depois escalar essas soluções para torná-las aplicações preditivas". A ideia é ter a ferramenta aberta para que o ecossistema construa soluções mais amplas.

"Quando você combina nuvem, Big Data e Machine Learning em conjunto, você tem capacidades escaláveis para analisar e responder a uma infinidade de coisas", afirmou Patrick Moorhead, analista da Moor Insights & Strategy. Para facilitar a adoção da tecnologia, a provedora integrou a ferramenta com outras de suas soluções, como o Relational Database Service, o Redshift e o S3 (Simple Storage Service). Você pode obter mais detalhes sobre o Amazon Machine Learning no site oficial da empresa.

Via Technology Nerd

Fonte: http://imasters.com.br/noticia/aws-lanca-servico-de-aprendizado-de-maquinas-para-impulsionar-adocao-de-big-data/?trace=824205206&source=news-homehttp://tnerd.com/2015/04/13/amazon-web-service-launches-machine-learning-as-a-service-for-analysing-big