Amazon vai parar de vender Chromecast e Apple TV em seu site

Por Redação | 02.10.2015 às 10:21

Se você pretendia aproveitar aquela viagem de fim de ano ao exterior para comprar um Chromecast ou uma Apple TV, é melhor se preparar para procurar esses produtos em outras lojas, já que a Amazon não vai mais ajudá-lo nessa tarefa. A empresa anunciou que vai retirar esses produtos de seu catálogo ainda neste mês e, como era de se esperar, a decisão deu muito o que falar.

A decisão foi anunciada a partir de um e-mail enviado a alguns de seus vendedores. No texto, a rede varejista afirma que vai deixar de vender esses itens uma vez que eles não interagem bem com o Prime Video, serviço de streaming de conteúdo fornecido pela empresa. Com isso, a partir do próximo dia 29 de outubro, o Chromecast e a Apple TV não estarão mais presentes na loja e que todos os anúncios referentes a eles também serão removidos.

A nova política de proteção pegou todo mundo de surpresa, ainda mais quando muita gente segue na expectativa pelo lançamento da nova geração de cada um desses receptores. Contudo, embora polêmica, a decisão é bastante lógica, uma vez que se trata de uma forma da Amazon proteger seu serviço. Não faz muito sentido ela comercializar algo que vai fazer concorrência ao seu próprio produto — e é exatamente isso que a empresa está fazendo.

Por outro lado, a decisão de remover os itens pouco tempo antes do final do ano deixou muita gente revoltada. Afinal, é com a Black Friday e a aproximação do Natal que as vendas mais se intensificam nos Estados Unidos e a Amazon é um dos principais meios de compra do consumidor norte-americano.

Vale notar também que o Chromecast e a Apple TV foram os únicos dispositivos do gênero a serem banidos da loja. Embora a rede varejista foque seus esforços no Fire TV, ela vai continuar vendendo aparelhos que oferecem função semelhante. É o caso, por exemplo, do Roku e dos consoles Xbox e PlayStation, que não foram afetados porque todos têm suporte ao Prime Video da Amazon.

Como o Bloomberg Business destaca, a nova diretriz vai afetar muito mais o Google que a Apple, que vai continuar vendendo a Apple TV em seu site oficial. Por outro lado, o Chromecast perde o apoio de um de seus principais pontos de revenda. Ao mesmo tempo, há a possibilidade da medida se transformar também em um tiro no pé da própria Amazon, uma que vez que isso pode afastar o consumidor do site e levá-los para os braços da BestBuy, sua principal concorrente. Como explica a analista de mercado da Parks Associates, Barbara Kraus, um dos diferenciais de uma boa rede varejista é oferecer razões para atrair as pessoas e isso inclui oferecer diferentes marcas.

Via: Bloomberg Business