Amazon terá local repleto de plantas para funcionários em Seattle

Por Redação | 28.07.2016 às 13:35

A Amazon está construindo estruturas em formato de esfera no centro de Seattle, nos Estados Unidos, onde serão cultivadas milhares de espécies de plantas e vegetais, tornando o lugar um espaço para que os funcionários da empresa possam se descontrair e inspirar. As três estruturas circulares são transparentes e funcionarão como um tipo de estufas da alta tecnologia em torno dos edifícios da companhia de varejo online.

Com a construção das esferas, a Amazon deseja utilizar a natureza dentro de suas instalações em uma tentativa de aproximar seus funcionários de um ambiente de que de outra forma dificilmente teriam contato. As esferas terão três andares e estarão repletas de viveiros mantidos por especialistas em botânica e horticultores contratados e mantidos pela própria empresa. Com esse ambiente, os funcionários da Amazon poderão realizar reuniões com seus colegas em salas rodeadas de plantas, realizar almoços, relaxar ou descontrair durante o expediente.

Esferas da Amazon em Seattle

"Queríamos que fosse emblemático, uma estrutura semelhante a outro dos emblemas da cidade, a Space Needle, para as pessoas que estão chegando a Seattle", afirmou John Schoettler, diretor de imóveis e instalações da Amazon. "Seria como que um tesouro encontrado no centro da cidade". Os argumentos de Schoettler ajudam a entender a escolha da Amazon de trazer o espaço para um vasto complexo suburbano ao invés de construí-lo em um lugar isolado e mais tranquilo da cidade. Jeff Bezos, CEO da companhia, declarou também que a ideia de manter a empresa na cidade é conseguir atrair funcionários que também prefiram o ambiente urbano.

Esferas da Amazon em Seattle

As três esferas receberão de 40 a 50 árvores, como uma figueira de 13 metros de altura que será replantada com a ajuda de um guindaste. O desafio dos arquitetos por trás do projeto está em tornar o local confortável tanto para os funcionários da Amazon quanto para as plantas. As esferas terão uma temperatura de cerca de 22 graus durante o dia, com umidade de 60%, enquanto que à noite a temperatura será reduzida para 13 graus com umidade de 85%.

O projeto está sendo conduzido pela NBBJ, escritório de arquitetura que realizou construções para o Google, Samsung e Tencent. A Amazon já investiu mais de US$ 4 bilhões em construção e desenvolvimento de seus escritórios no centro de Seattle durante a última década. De início, as esferas estarão disponíveis apenas para acesso dos funcionários da empresa, ainda que no futuro elas possam vir a receber visitas do público. O projeto está previsto para ser concluído em 2018.

Fonte: The New York Times