Amazon surpreende mercado com lucro líquido de US$ 92 milhões

Por Redação | 24 de Julho de 2015 às 11h00

A Amazon revelou seu desempenho no segundo trimestre de 2015, superando a projeção de alguns analistas do mercado. A companhia chefiada por Jeff Bezos obteve lucro líquido de US$ 92 milhões no período, ou US$ 0,20 por ação. No mesmo período do ano passado, a Amazon sofria com um prejuízo de US$ 126 milhões, ou US$ 0,27 por ação.

A receita líquida da venda de produtos teve um aumento de 12,1% no trimestre, saltando para US$ 17,1 bilhões. Já a receita líquida oriunda de serviços cresceu 48,7% para US$ 6,081 bilhões. Somando todos os setores da companhia, a receita líquida total da Amazon no segundo trimestre de 2015 cresceu 19,9%, passando para US$ 23,185 bilhões.

O destaque da Amazon no segundo quarto do ano foi a sua unidade de cloud computing e infraestrutura de serviços, a Amazon Web Services (AWS), que faturou US$ 1,8 bilhão neste período. O valor representa um grande aumento de 81% em comparação com o segundo trimestre do ano anterior.

No primeiro trimestre deste ano, a AWS havia crescido 49% comparado ao ano anterior, o que mostra que a Amazon continua a empregar esforços no mercado de TI.

"As equipes na Amazon trabalharam duro pelos consumidores. Lançamos o Amazon Business; abrimos a Amazon México; lançamos a entrega gratuita no mesmo dia para os clientes Prime; batemos o nosso próprio recorde da Black Friday com primeiro Prime Day; recebemos 11 nomeações ao Emmy por transparência; abrimos a venda do Echo para todos os consumidores; liberamos 350 novos recursos para o AWS; e fizemos um acordo para gerar energia renovável para nosso data center", declarou Bezos.

Os números do segundo trimestre levaram a um acumulado dos seis primeiros meses de 2015 de US$ 35 milhões no lucro líquido, contra um prejuízo de US$ 18 milhões no primeiro semestre de 2014.

Após o anúncio do desempenho da Amazon no segundo trimestre, as ações da empresa saltaram 17%, fazendo com que companhia passasse a valer US$ 250 bilhões. O aumento fez com que a Amazon ultrapassasse o Walmart, sua grande concorrente no varejo, em valor de mercado.

Para o terceiro trimestre, a Amazon espera que a receita líquida cresça para algo entre 13% e 24%, entre US$ 23,3 bilhões e US$ 25,5 bilhões. A expectativa de crescimento para o terceiro trimestre inclui o valor de aproximadamente US$ 580 milhões em compensações e amortizações em ativos intangíveis, com previsão que nenhuma aquisição será realizada neste período.

Fonte: Amazon

Fonte: http://www.businessinsider.com/amazon-q2-earnings-2015-7

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.