Amazon quer treinar especialistas em computação na nuvem desde pequenos

Por Redação | 15.05.2015 às 09:26

Na mesma medida em que as tecnologias de computação na nuvem se tornam cada vez mais populares e presentes, aumenta a procura por profissionais qualificados, que são cada vez mais raros. Pensando nisso, a Amazon lançou nesta quinta-feira (14) um programa educacional voltado, justamente, a incentivar os jovens a se interessarem pela tecnologia e aprenderem com ela, de forma a se tornarem especialistas no futuro.

Em parceria com instituições de ensino e professores não apenas do setor, a ideia é levar as possibilidades da cloud computing para a sala de aula, de forma que os estudantes se familiarizem com ela e entendam como ela é essencial. O foco, claro, é facilitar o estudo da tecnologia, mas a iniciativa também vem para fomentar o aprendizado geral e facilitar a vida dos mestres durante as aulas.

Chamado de AWS Educate, o programa já está disponível para estudantes e profissionais dos Estados Unidos e Europa e é dividido em categorias. O interessado precisa se cadastrar de acordo com sua função – aluno, professor ou administrador de instituição de ensino – e, caso seja aprovado, terá acesso a créditos para uso dos serviços da Amazon na nuvem e também ferramentas online para ensinar ou aprender.

Fazem parte do programa, por exemplo, aulas online e material didático, que pode ser baixado e estudado por conta própria pelos interessados. Além disso, ocasionalmente, eventos acontecerão na rede e também de forma presencial, com palestras de grandes nomes do setor e foco no contato com as tecnologias da forma como elas são usadas no mundo real.

A ideia, apesar de parecer altruísta, claro, também faz com que a Amazon tenha acesso a novos talentos e inovações do setor. Não existe nenhum tipo de vínculo dos participantes com a empresa, nem a garantia de um emprego, mas é claro que, ao fomentar o ensino do cloud computing e a formação de profissionais, a empresa também facilita a própria vida, pois aumenta a disponibilidade de gente disposta a trabalhar com este que, hoje, é um de seus principais negócios.

Fonte: Amazon