Amazon planeja lançar serviço global de logística e transporte

Por Redação | 10 de Fevereiro de 2016 às 11h32

De acordo com informações de documentos vazados nesta quarta-feira (10), a Amazon possui planos de construir seu próprio negócio de transporte e logística que funcionaria em âmbito global. Os documentos internos datados a partir de 2013 revelam que os planos da empresa incluem expandir seus serviços de logística para ter controle total do processo de entrega dos produtos.

O projeto é chamado internamente de Dragon Boat, que deve ser responsável pelo lançamento do Global Supply Chain by Amazon ainda este ano, sendo um serviço para competir diretamente com empresas de transporte como a UPS e a FedEx. Os documentos contam também que o Dragon Boat é um "revolucionário sistema que irá automatizar toda a cadeia de abastecimento internacional e eliminar grande parte do desperdício na manipulação de documentos e de reserva de carga".

O projeto visa controlar por completo o processo logístico de entrega de produtos da varejista norte-americana e de outras empresas que desejarem contratar o Global Supply Chain by Amazon. Citando uma fonte anônima, os documentos afirmam que o plano ainda está em processo de elaboração, o que indica que certamente sofrerá várias alterações até ser lançado no mercado.

"Os vendedores não reservarão mais com a DHL, UPS ou FedEx, mas diretamente com a Amazon", conta o relatório. Uma série de outros documentos também evidenciam a ambição da Amazon em expandir seus negócios de logística. Informações já dão conta de que a empresa adquiriu vários caminhões, navios de carga e sistemas de entrega por avião para prestar serviços logísticos.

Brian Olsavsky, CFO da Amazon, contrariou os rumores afirmando que as iniciativas no setor se destinam a completar o serviço prestado por parceiros da empresa e não para substitui-los. No entanto, alguns analistas não acreditam nesta afirmação, acreditando que a Amazon está se preparando para criar um gigantesco departamento de logística a fim de assumir todo o controle do processo de entrega e dispensar os serviços de seus atuais parceiros.

Fonte: Bloomberg

Fonte: http://uk.businessinsider.com/leaked-documents-about-amazons-global-logistics-business-2016-2

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.