Amazon lança assinaturas mensais para o seu serviço de vídeo sob demanda

Por Redação | 18 de Abril de 2016 às 11h07

Mirando cada vez mais a concorrência com a Netflix, a Amazon acaba de anunciar mudanças em seu serviço de vídeo. A partir de agora, a plataforma de streaming da companhia aceita pagamentos mensais — até então, apenas por meio de uma anuidade de US$ 99 era possível usufruir do conteúdo do pacote — e o serviço de vídeo sob demanda também passa a ser oferecido de forma separada por meio do Amazon Prime Video.

Desde que foi lançado, o “Amazon Instant Video” era parte do Amazon Prime, uma assinatura que dava direito a frete grátis e entrega relâmpago nas compras feitas dentro de alguns países. Agora, quem quiser pode optar apenas pela assinatura exclusiva da plataforma de vídeo sob demanda da varejista pagando US$ 8,99 por mês — o Amazon Prime completo sai um pouco mais caro, por US$ 10,99.

A movimentação da loja online é claramente uma forma de acirrar a disputa contra ouros serviços de streaming que fazem sucesso nos Estados Unidos e fora dele, como Netflix e Hulu. Ambos trabalham com o sistema de pagamentos mensais, o que provavelmente atrai o interesse de quem não quer despender de uma grande quantia de dinheiro de uma só vez, mas está disposto a pagar uma pequena mensalidade para ter acesso ao serviço — além de não ficar com aquela sensação de desperdício caso queira desistir da assinatura antes de completar um ano inteiro.

Além disso, como destaca o CNN Money, a jogada da Amazon faz ainda mais sentido em um momento no qual os assinantes da Netflix veem a sua mensalidade subir de US$ 7,99 para US$ 9,99 nos Estados Unidos. Pode parecer pouco, mas, levando em conta também que a Amazon ainda mantém a sua anuidade a US$ 99, o soma de todos esses valores pode ter, sim, algum peso na hora de escolher um serviço de streaming.

Fonte: CNN Money

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!