Amazon está trabalhando em um game “ambicioso” para PC

Por Redação | 09 de Junho de 2015 às 07h58

No ano passado, a Amazon começou a dar seus primeiros passos no mundo dos jogos com a compra da Double Helix, desenvolvedora responsável pelo reboot de Killer Instinct, no Xbox One. Desde então, pouco se falou sobre os planos da gigante do e-commerce, mas as coisas começaram a tomar forma nesta semana quando a empresa revelou estar trabalhando em um game “ambicioso” e exclusivo para PCs.

E para dar vida a esse projeto que parece tão gigantesco quanto ela mesma, a companhia está contratando mão-de-obra de peso. Em uma série de vagas de emprego abertas em seu Amazon Game Studios, a empresa procura produtores e desenvolvedores com experiência em alguns dos principais jogos do mercado, dos mais diversos gêneros, de forma a garantir o maior patamar de qualidade a esse projeto.

A equipe ainda está sendo montada e os detalhes são escassos, mas, de acordo com a Amazon, nomes que participaram de games como The Last of Us, DotA 2, Half-Life 2, Halo e Middle-Earth: Shadows of Mordor já embarcaram nessa. Todos são nomes suficientes para fazer qualquer gamer prestar atenção no futuro lançamento, que ainda não teve nome divulgado, mas que deve ser desenvolvido usando a CryEngine 3, motor gráfico por trás de games como Ryse: Son of Rome e da franquia Crysis.

Além disso, devem se juntar à equipe dois produtores que estão com a Amazon Game Studios desde os primórdios – Kim Swift, reconhecida por ser uma das principais designers por trás do grandioso Portal; e Clint Hocking, que trabalhou em Far Cry 2. Apesar de suas ambições, a produtora, por enquanto, lançou apenas um jogo, UFOs Love Cows, um título casual para celulares Android.

A ideia inicial era de que o Amazon Game Studios desenvolvesse jogos exclusivamente para os dispositivos da empresa, como é o caso do Fire TV ou dos tablets da linha Kindle, por exemplo. Mas parece que não vai ser exatamente assim, uma vez que o projeto é citado como um game para PC. Ele, é claro, deve ser vendido apenas pela varejista, mas não deve ser dedicado apenas aos aparelhos dela.

A criação de um estúdio de desenvolvimento de jogos é apenas um dos passos da Amazon no mundo dos games. A empresa também é a dona do Twitch, um dos maiores serviços de streaming de gameplays ao vivo do mundo, e anunciou recentemente uma parceria com a locadora GameFly para criação de um serviço de aluguel online de jogos. Só que aqui, em vez de discos entregues em casa, toda a jogatina acontece pela internet, por meio da computação nas nuvens.

Fontes: GamaSutra, Ars Technica

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.