Amazon cresce 41% e se mantém como a marca global mais valiosa no varejo

Por Redação | 28 de Julho de 2017 às 15h39

De acordo com o Ranking 2017 BrandZTM — Top 100 Most Valuable Global Brands, elaborado pela WPP E Kantar Millward Bronw, a Amazon segue na posição de marca de varejo mais valiosa do mundo, acompanhada pela Alibaba em ecossistemas tecnológicos.

A Amazon também foi a marca que obteve um crescimento mais rápido no ranking, acima de 41%, graças à sua contínua inovação na oferta de produtos e serviços, que tornaram as compras online mais rápidas e convenientes graças a iniciativas como a Amazon Prime, além de ter construído sua reputação com base em conceitos onde o pagamento pode ser feito por meio de um aplicativo, sem passar pelo caixa.

Além disso, inovações em termos de produtos como o Amazon Echo, speaker inteligente que conta com a assistente pessoal Alexa. Já quanto à Alibaba, a companhia chinesa é líder no comércio eletrônico do país, mantendo-se na segunda posição da relação de empresas de varejo mais valiosas do mundo, com uma marca de US$ 59,1 bilhões.

Além das atividades no território chinês, a empresa também está construindo uma atuação global, já se tornando uma das principais vendedoras automotivas na Rússia, e está investigando investir em um centro de logística na Bulgária, além de um centro de distribuição na Croácia.

O ranking BrandZ Global Top 100 de 2017 também estabelece algumas tendências para o ano. Entre elas, a Amazon, cujo valor é de US$ 139,3 bilhões, continua a se concentrar no ecossistema tecnológico, aprimorando suas ofertas para atender a múltiplas necessidades dos consumidores, além de adentrar no universo da inteligência artificial, incluindo os dispositivos de auxílio pessoal com a Alexa.

Já Google, Apple e Microsoft se mantêm entre as três principais posições, enquanto o Facebook segue em ascensão. Ainda segundo o levantamento, as marcas fortes no mercado continuam superando a concorrência, à medida em que os ecossistemas de tecnologia centrados no consumidor se tornam itens indispensáveis para o seu dia a dia.

Por outro lado, as novas marcas se tornam cada vez mais globais, possibilitando um rápido crescimento, enquanto as empresas tradicionais não tecnológicas adotam a tecnologia para inovar e aumentar o apelo dos consumidores.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.