Amazon anuncia disponibilidade do Elastic File System em algumas regiões

Por Redação | 29 de Junho de 2016 às 12h42

A Amazon anunciou a disponibilidade geral do Elastic File System (EFS), seu serviço para clientes que desejam armazenar e acessar arquivos de múltiplas aplicações que estão hospedados do Amazon Web Services (AWS). O serviço foi anunciado pela primeira vez em abril de 2015 e logo depois foi lançada uma versão de testes para alguns usuários. A partir de agora, porém, o serviço estará disponível para qualquer empresa situada no norte do estado da Virgínia (EUA), em Oregon (EUA), na Irlanda e em Mumbai (Índia).

A expectativa da Amazon é que em breve o serviço possa chegar em mais países e conquistar mais clientes para o AWS. O EFS é um serviço que pode ajudar a plataforma de computação em nuvem da Amazon a se destacar em meio a forte concorrência do setor, oferecendo expansões geográficas adicionais e redução de preços. Plataformas similares, como o Microsoft Azure e o Google Cloud Storage FUSE, não garantem a manutenção a longo prazo da ferramenta, o que também dá uma vantagem ao EFS.

O Elastic File System é capaz de trabalhar com várias instâncias de EC2, mesmo quando eles estão situados em locais diferentes. Essa é uma característica que o distingue de outros serviços da companhia, como o Elastic Block Store Provisioned IOPS. Além disso, no EFS os clientes pagam apenas pelo armazenamento que utilizarem e, como a Amazon explica, o novo serviço é destinado especialmente para processamento de mídia, administração de grande quantidade de dados e gerenciamento de conteúdo e diretórios.

Ainda que a Amazon tenha trabalhado por mais de um ano para melhorar o serviço, o EFS também tem os seus problemas. Além de não funcionar com instâncias de EC2 que executam Windows, cada cliente possui limitações para utilizar o serviço. Cada empresa não pode contar com mais de 10 sistemas de arquivos por região no AWS e cada sistema não pode enviar mais de 3 GB/s de dados aos servidores, bem como o fato de que o EFS funciona com limite de 128 contas de usuários ativos ao mesmo tempo.

Via VentureBeat

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.