Aeroporto RIOGaleão ganha novas tecnologias voltadas aos passageiros

Por Redação | 28 de Junho de 2016 às 20h02

Após a finalizando de um projeto ambicioso, o aeroporto RIOgaleão apresentou nesta terça-feira (28) a nova infraestrutura de tecnologia da informação e comunicação (TIC). Visando atender as altas demandas esperadas durante os Jogos Olímpicos, foram investidos R$ 90 milhões em redes a cabo e sem fio, na renovação de data center, na instalação de beacons e em um novo aplicativo.

A iniciativa do projeto teve origem no aumento do tráfego anual no aeroporto, alcançando a marca de 17 milhões de passageiros. Com a previsão de receber 1,5 milhão de pessoas no período das Olimpíadas, o aeroporto precisava se adequar a uma nova infraestrutura para atender aos lojistas, companhias aéreas e os próprios passageiros, claro.

De acordo com Alexandre Villeroy, um dos diretores responsáveis pelo projeto, o aeroporto apresentava tecnologia defasada, incapaz de dar conta dos novos planos de negócio do RIOgaleão. Porém, com as novas instalações, a rede Wi-Fi do aeroporto agora está preparada para atender até 90 mil pessoas ao mesmo tempo a partir de uma infraestrutura desenvolvida pelo parceiro da HPE/Aruba, Ziva.

Entre todas as soluções implantadas, agora o aeroporto apresenta 100 quilômetros de fibra óptica e mais de 200 km de cabos UTP; e 9 mil dos 18 mil pontos de rede LAN já estão ativos. Além disso, o data center Tier III conta com cerca de 300 servidores e está apto a armazenar 2 Petabytes de dados. Uma verdadeira revolução tecnológica conquistada com a necessidade.

Outra novidade interessante é a adição de 3 mil beacons Aruba, dispositivos que funcionam via Bluetooth para auxiliar os passageiros em sua localização dentro do aeroporto. Dessa forma, o aplicativo conectado será capaz de traçar a rota pela qual o usuário deve seguir para encontrar portais de embarque, lojas e restaurantes, além de receber informações sobre os voos.

“Finalizamos o projeto em dois anos, tempo recorde. O trabalho de inovação foi conduzido ao mesmo tempo que tínhamos de manter o ambiente rodando. Preparamos o RIOgaleão para o Rio 2016 e para suportar o crescimento nos próximos 25 anos, por isso a importância de uma rede robusta”, explica o CIO da Aruba, Juan Carlos Urdaneta.

Fonte: iPNews, ITForum

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.