Ações da Apple atingem menos de US$ 100 pela primeira vez desde 2014

Por Redação | 08 de Janeiro de 2016 às 08h40

As ações da Apple na bolsa de valores iniciaram a quinta-feira (7) com um declínio de 1,97%, cotadas a US$ 98,72. Na quarta-feira, as ações haviam fechado o dia em US$ 100,70. O declínio só se estabilizou quando as negociações no mercado de ações começaram, com as ações subindo para US$ 99,59. Esta é a primeira vez desde outubro de 2014 que as ações da empresa americana fecham abaixo dos US$ 100.

Certamente, isso se deve a preocupação dos investidores com o potencial de crescimento a longo prazo nas vendas do iPhone. O smartphone da Apple representa a maior parte das receitas e dos lucros da empresa. Se a desaceleração do mercado for transferida para as vendas do iPhone, podemos esperar uma queda no balanço financeiro da companhia.

A Apple deverá revelar fortes vendas em seu primeiro trimestre, que incluirá o período de final de ano. Mas, muitos analistas acreditam que esse será a última oportunidade de apresentar algum crescimento. Alguns dizem que o trimestre seguinte refletirá a queda nas vendas de smartphones em todo mundo e, certamente, afetará o desempenho do iPhone na comparação anual.

Para acalmar os investidores, a Apple informou no início da semana que as vendas na App Store baterão recordes de vendas. Os consumidores gastaram mais de US$ 1,1 bilhão em aplicativos em um período de duas semanas que abrangem o Natal e o Ano Novo. Somente no primeiro dia de 2016 foram registrados US$ 144 milhões em vendas de aplicativos na loja da empresa.

Via Apple Insider

Fonte: http://appleinsider.com/articles/16/01/07/apple-shares-open-below-100-for-first-time-since-2014

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.