Zynga anuncia demissão de 520 funcionários e o fechamento de estúdios nos EUA

Por Redação | 03 de Junho de 2013 às 17h49

A Zynga anunciou na tarde desta segunda-feira (3) que irá demitir 520 funcionários (cerca de 18% de toda a sua mão de obra) e também o fechar outros escritórios nos Estados Unidos, como informa o site All Things D. As medidas fazem parte de um plano de reestruturação da companhia e uma tentativa de estabilização de suas finanças.

A companhia afirmou que a redução "substancial" em sua força de trabalho deverá reduzir os seus custos entre US$ 70 milhões a US$ 80 milhões (R$ 149,5 milhões e R$ 170,9 milhões, respectivamente). Após o anúncio das demissões, as ações da empresa caíram cerca de 10%, ficando abaixo dos US$ 3,50 (R$ 7,47).

"Nenhum de nós jamais esperava ter que enfrentar um dia como hoje, especialmente quando muito de nossa cultura está relacionada com crescimento", escreveu no blog oficial da empresa Mark Pincus, atual CEO. "Mas eu acho que todos nós sabemos que isto é necessário para seguirmos em frente". O executivo também afirmou que a popularidade dos jogos sociais tem dificultado a empresa em manter sua liderança no setor.

A Zynga ainda aproveitou a oportunidade para reiterar sua perspectiva de ganhos para o trimestre atual e para o seu ano fiscal de 2013. No entanto, a empresa prevê prejuízo líquido entre US$ 28,5 milhões e US$ 39 milhões (R$ 60,8 milhões e R$ 83,3 milhões, respectivamente) para o trimestre, prejuízo muito maior do que o previsto pelos analistas, na casa dos US$ 27,6 milhões (R$ 58,9 milhões).

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.