Yahoo! venderá cota de ações do Alibaba; valor pode chegar a US$ 40 bilhões

Por Redação | 28 de Janeiro de 2015 às 11h29

A CEO do Yahoo!, Marissa Mayer, anunciou nesta quarta-feira (28) que vai realizar o spin-off das ações do Alibaba pertencentes à companhia. Em um movimento que vai gerar uma entrada de capital gigantesca nos cofres da empresa de internet, ao mesmo tempo em que minimiza o pagamento de impostos, os papéis serão transferidos para uma nova empresa e, depois, distribuídos para os investidores.

De acordo com as informações da revista Fortune, a iniciativa apareceu em um relatório financeiro publicado nesta quarta-feira (28), no qual o Yahoo! também revelou seus números relacionados ao quarto trimestre de 2014. A empresa é uma das maiores acionistas internacionais do Alibaba, com ações no valor de US$ 40 bilhões e cerca de 15% de participação na gigante asiática do comércio eletrônico.

É justamente toda essa cota que, agora, passará a ser parte da SpinCo, empresa que surge a partir do movimento e cujo nome não é nenhuma coincidência. Ao todo, a nova companhia absorverá 384 milhões de cotas do Alibaba, enquanto a redistribuição fará com que cerca de US$ 40 bilhões em capital retornem ao Yahoo!.

Mayer taxou o movimento como uma das maiores entradas de dinheiro da história e elogiou o trabalho de seus advogados tributaristas, que foram capazes de iniciar um processo extremamente complexo e que, se mal trabalhado, poderia gerar custos extras à empresa. Ao todo, a entrada de capital fruto dos movimentos do Alibaba no mercado financeiro já totaliza quase US$ 50 bilhões.

A novidade também representa uma mudança nos rumos de gerenciamento da companhia e vem sendo encarada como uma forma de Mayer ceder aos acionistas do Yahoo!. Desde a abertura de capital da empresa chinesa, em setembro de 2014, a companhia de internet vem lucrando com sua parcela de ações e sendo forçada por acionistas a vendê-la para obter ainda mais rendimentos.

Muitos, inclusive, chegam a afirmar que a soma de 15% de participação do Yahoo! no Alibaba pode chegar a valer mais do que a própria companhia do Vale do Silício. É justamente essa situação que a CEO deseja evitar não apenas com o spin-off das ações, mas também com movimentos ligados ao setor de publicidade e buscas, com destaque para um aumento nas receitas e uma parceria recém-firmada com a Mozilla, que transformou o Yahoo! no mecanismo de busca padrão do Firefox após mais de dez anos de união entre a organização e o Google.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.