Yahoo! oferecerá encriptação de e-mails ponta a ponta a partir de setembro

Por Redação | 08 de Agosto de 2014 às 13h43

Desde que Edward Snowden trouxe à tona o esquema de espionagem da Agência de Segurança Nacional norte-americana, a NSA, várias empresas se movimentaram para tornar seus sites e serviços mais seguros. O Yahoo!, por exemplo, sempre esteve na crista dessa onda e desde então contratou toda uma equipe para trabalhar exclusivamente na segurança de seus aplicativos.

Uma das contratações mais importantes foi a de Alex Stamos, que em poucos meses conseguiu adicionar uma camada extra de segurança ao Yahoo! Mail para conter o espírito bisbilhoteiro da NSA. Agora, quase sete meses depois de anunciar a encriptação parcial do serviço, Stamos divulgou durante a conferência Black Hat 2014 em Las Vegas, EUA, que todas as mensagens que saem e entram nas caixas de entrada dos usuários serão encriptadas ponta a ponta.

De acordo com ele, a partir do mês de setembro os usuários poderão ficar totalmente despreocupados, já que todos eles terão a camada extra de proteção ativada por padrão. "Se um ativista no Sudão quiser enviar um e-mail para as organizações dos direitos humanos que usa o Gmail e ele tiver a encriptação ativada no seu e-mail, nós identificaremos isso e ofereceremos a encriptação ponta a ponta para ele", disse o especialista em segurança.

Segundo Stamos, não é porque estamos falando em encriptação que o assunto tem que ser difícil, pelo contrário. Para ele, as tecnologias de encriptação têm que ser fáceis de compreender e por isso o Yahoo! modificou o plugin que garante a encriptação ponta a ponta que o Google desenvolveu para torná-lo ainda mais simples para o usuário.

Ao site da revista Forbes, o funcionário do Yahoo! revelou que o assunto das mensagens não será encriptado, mas que todo o conteúdo sim. Além disso, ele confirmou que a aplicação da camada de segurança à mensagem impedirá que o Yahoo! a analise e ofereça conteúdo publicitário direcionado. Apesar disso, este parece ser um risco que a companhia do Vale do Silício está disposta a correr.

"Nossas projeções indicam que não haverá impacto na receita com publicidade por isso", disse Stamos. "É que o tipo de mensagem que tem mais valor para o usuário, como um e-mail para a mãe ou de um ativista, por exemplo, tem pouco valor comercial para publicidade".

Questionado sobre outras oportunidades de negócio que podem não ser exploradas por causa da encriptação, Stamos respondeu: "A privacidade hoje é comercialmente mais atrativa do que costumava ser. Ainda não é algo muito bom para as vendas, mas definitivamente está melhorando", finalizou.

Leia também: Ex-funcionária do Yahoo processa executiva por assédio sexual e demissão injusta

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.