Yahoo! está planejando transformar Tumblr em competidor do YouTube

Por Redação | 13 de Outubro de 2014 às 11h15

O Yahoo! tem um longo histórico de aquisições que, em sua maioria, não foram exatamente bem sucedidas. A incapacidade da companhia em lidar com esses negócios, inclusive, já lhe rendeu o rótulo de "exterminadora de serviços" por alguns especialistas do ramo. Contudo, essa realidade parece ter começado a mudar quando Marissa Mayer assumiu a cadeira de presidente executiva da gigante do Vale do Silício em 2012.

Desde então, Mayer já torrou bilhões de dólares em inúmeras aquisições - na verdade, o Yahoo! nunca comprou tanto em toda sua história -, sendo uma das maiores a do Tumblr: a plataforma de blogs custou US$ 1,1 bilhão à carteira de Mayer em 2013.

Contudo, ao contrário do que sempre ocorria, a executiva garantiu ao CEO e fundador do Tumblr, David Karp, que o serviço continuaria funcionando de maneira independente e que a empresa não colocaria o dedo no bolo dele. E essa foi uma promessa que Mayer cumpriu muito bem até agora, mesmo com o assédio do alto escalão de executivos do Yahoo! que está sempre procurando dar um fim mais específico ao serviço.

Aquisição da plataforma de blogs foi fechada no ano passado e entre os termos acertados entre as partes estava a promessa do Yahoo! não se meter nos negócios do Tumblr. Promessa, agora, parece estar sendo desfeita pelo

Aquisição da plataforma de blogs foi fechada no ano passado e entre os termos acertados entre as partes estava a promessa do Yahoo! não se meter nos negócios do Tumblr. Promessa, agora, parece estar sendo desfeita pelo "bem maior" (Imagem: Reprodução)

O problema é que essa relação simbiótica parece estar prestes a ser chacoalhada por uma decisão unilateral que partiu justamente de Mayer. Segundo relatos obtidos pelo pessoal do Business Insider, a empresa que outrora foi líder no segmento de internet nos anos 1990 está pensando em promover uma reforma completa na jovem plataforma de blogs e colocá-la para competir com o YouTube do Google.

Para isso, inúmeros astros do site de vídeos de Mountain View já foram sondados e deram sinal positivo para divulgar seus trabalhos com exclusividade no novo site. Entre as promessas feitas pelo Yahoo! estão uma visibilidade maior do trabalho deles e, claro, um margem de lucro superior à que se vem obtendo no YouTube.

Esse movimento, inclusive, chegou a ser comentado no começo do ano, quando começaram a circular boatos sobre uma nova plataforma de vídeo que seria criada possivelmente pelo Yahoo!. Agora, no entanto, é pouco provável que o Yahoo! invista tanto tempo e dinheiro na criação de um novo produto do zero e todas as fichas parecem ter sido apostadas numa transformação do Tumblr.

Por já possuir um forte apelo social e ferramentas que facilitam o gerenciamento de conteúdo, o Tumblr só precisaria receber um tapa no visual para ficar mais amigável aos olhos dos webespectadores. Além disso, a plataforma social também poderia se respaldar fortemente no dinheiro arrecadado pelo novo sistema de publicidade digital do Yahoo!, que, por sua vez, encontraria no novo Tumblr sua maior fonte de receita.

Com a teoria já praticamente pronta, agora Mayer e seus executivos só precisariam apressar o passo para não perder o timing de toda a coisa. Isso porque o YouTube se antecipou aos planos do Yahoo! e, ciente do distanciamento com suas estrelas, deu início a uma estratégia de reaproximação. Graças a ela, os Youtubers não só puderam se queixar sobre o que estava desagradando a eles, como também sugerir soluções para corrigir tais problemas - que, diga-se de passagem, já começaram a ser implantadas.

Independentemente disso, uma coisa parece certa: nós estamos prestes a ver dois cachorros grandes competirem duramente por um público que cada vez mais deixa a televisão e as redes sociais para abraçar de vez o conteúdo de qualidade produzido por "gente como a gente".

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.