Vendas de smartphones e tablets da Lenovo superam vendas de computadores

Por Redação | 26.02.2014 às 07:45

Iniciada há apenas dois anos, a divisão de smartphones da Lenovo vai de vento em popa. Pelo menos é o que revelam os números divulgados pela empresa. No primeiro trimestre deste ano, o volume combinado de vendas de smartphones e tablets (17,3 milhões) superou o de computadores (15,3 milhões).

Tudo isso aconteceu graças ao crescimento combinado de 47% que aconteceu nas regiões Ásia-Pacífico, Europa, Oriente Médio e África. JD Howard, o vice presidente da divisão de internet móvel da empresa, disse durante uma breve apresentação no Mobile World Congress que em pouco tempo a empresa estará desembarcando em mercados mais maduros.

Inicialmente, a Lenovo entrou no mercado chinês de smartphones e se saiu incrivelmente bem, passando de 0,1% para 13,1% de participação em apenas dois anos. Em seguida, ela começou sua participação em mercados como a América Latina e partes da Ásia.

Smartphone Lenovo

Esperava-se que seus dispositivos de entrada fossem os mais populares, mas foram surpreendidos ao ver os equipamentos intermediários e topo de linha sendo os mais procurados. Agora, ao que tudo indica, a Lenovo caminha para se tornar uma empresa presente em mercados globais e se isso se confirmar, então a compra da Motorola terá feito todo o sentido.

Segundo Howard, eles podem até reintroduzir a marca em mercados onde a empresa não havia obtido sucesso anteriormente. Então se você ainda estiver se perguntando o que faria uma fabricante de computadores comprar uma fabricante de dispositivos móveis, a resposta é simples.

A Lenovo deixou de ser uma empresa com foco em computadores para ser uma companhia que passa a viver na era pós-PC. Agora a ambição da empresa é se tornar uma das grandes players do mercado ao lado de grandes rivais como Apple e Samsung, que devem passar a prestar mais atenção neste concorrente que cada vez mais ganha força.