Vendas de impressoras no Brasil cresceu 21,1% no último trimestre

Por Redação | 27 de Novembro de 2013 às 17h31

Uma nova pesquisa realizada pela IDC mostrou que o mercado brasileiro de impressão movimentou 1,03 milhão de equipamentos no terceiro trimestre de 2013, um crescimento de 10,2% em relação ao trimestre passado e de 21,1% em relação ao mesmo período do ano anterior.

As impressoras a laser foram uma das maiores responsáveis para o crescimento do setor. Com 28% do total de vendas, tais equipamentos alcançaram o maior volume de vendas já registrado em um único trimestre – mais de 279 mil equipamentos comercializados entre julho e setembro.

Entre os equipamentos a laser, as multifuncionais foram as que mais contribuíram para o crescimento, responsáveis por 60% de todo o volume de vendas.

“Com a aproximação entre os preços de impressoras e multifuncionais, o usuário está disposto a dispender um pouco mais de seus recursos para obter mais funcionalidades em um equipamento de impressão,” disse Diego Silva, analista de mercado da IDC Brasil.

No mercado de jato de tinta, os resultados do terceiro trimestre também foram positivos, com um crescimento de 11,1% em relação ao trimestre anterior, e 18,7% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a IDC, as impressoras business inkjet voltadas para usuários corporativos de pequenas e médias empresas, além de usuários domésticos e profissionais liberais, foram um dos fatores responsáveis pelo crescimento do mercado de jato de tinta desse trimestre.

A oferta de produtos wi-fi também foi outro fator que impactou positivamente o mercado, em função do avanço da mobilidade (tablets, smartphones e notebooks) nos segmento doméstico e de pequenas empresas.

Apesar do aumento no número de vendas, os lucros sobre as impressoras a jato de tinta ainda foram baixos. “Mesmo com a relevante recuperação neste trimestre, o mercado de jato de tinta ainda está passando por um movimento de readequação com novos patamares de demanda”, diz Silva.

Uma das apostas das empresas para recuperar o baixo lucro com as impressoras a jato de tinta seria a venda de suprimentos de impressão, porém a sensibilidade dos preços e a grande oferta de suprimentos não originais estão forçando os fabricantes a repensarem suas estratégias.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.