Venda de computadores no Brasil fica abaixo do esperado no terceiro trimestre

Por Redação | 30 de Novembro de 2012 às 12h18

Em relação ao mesmo período do ano passado, a venda de PCs no Brasil sofreu uma queda de 0,3% no último trimestre. O número é preocupante, já que a estimativa era de que em julho, agosto e setembro houvesse um crescimento de 15%. Os dados são do relatório Brazil Quarterly PC Tracker, da IDC Brasil.

Os dois primeiros trimestres de 2012 foram bem fracos em relação à comercialização de computadores no país, tanto que a venda de 4,05 milhões de unidades no terceiro trimestre representou um aumento de 1,9% em relação ao período anterior.

Camila Pereira, analista de mercado da IDC Brasil, acredita que "o mercado brasileiro de PCs segue fortemente impactado pela variação do dólar, pela grande cautela do setor privado face às especulações dos resultados da crise internacional e pela demanda retraída dos usuários domésticos".

A pesquisa aponta ainda que os notebooks estão com uma saída bem maior do que os desktops, sendo que a primeira categoria representou 61% dos computadores vendidos no Brasil no terceiro trimestre, enquanto os desktops ficaram com 39%.

Em relação ao segmento que mais comprou, os computadores para uso doméstico lideram com 65% das vendas, enquanto o mercado corporativo apresentou 25%, e o Governo e a educação ficaram com apenas 10% das compras realizadas no período.

Mesmo com os baixos números apresentados, analistas acreditam que o setor ainda deve crescer 2% até o final do ano, em relação a 2011. Mas não é apenas o Brasil que enfrenta problemas com a diminuição nas vendas de PCs: o mercado mundial também apresentou uma queda de 7,9% em relação ao segundo trimestre de 2012.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.