Venda de PCs em março foi a pior dos últimos anos

Por Redação | 19 de Maio de 2014 às 07h58
photo_camera Copyright: wavebreakmedia

Foto:wavebreakmedia/Shutterstock

Que a alta procura pelos dispositivos móveis vem diminuindo a venda dos computadores tradicionais, os desktops e notebooks, isso já é de conhecimento de todo mundo. O que muitos não esperavam é a queda brusca do número de PCs comercializados em 2014, principalmente em março: o mercado brasileiro registrou os piores números de venda das máquinas em comparação com as últimas temporadas. A baixa foi de 37% em relação ao ano passado.

Os dados foram divulgados na última sexta-feira (16) no IDC Brazil Monthly PC Tracker, relatório mensal de vendas de PCs da International Data Corporation (IDC), empresa especializada em pesquisa em inteligência de mercado, serviços de consultoria e conferências com as indústrias de Tecnologia da Informação e Telecomunicações.

Segundo o levantamento, as vendas de PCs em fevereiro foram até superiores que as do ano passado, com alta de 16%, e chegou a animar os lojistas. Mas, em março, foram comercializadas apenas 915 mil máquinas, entre desktops e notebooks.

“Embora não tão acentuada, já era esperada uma queda nas vendas de computadores no primeiro trimestre. Historicamente, em anos de Copa do Mundo, o segmento varejista volta suas atenções para a venda de TVs. Considerando ainda as vendas de outros dispositivos como tablets e smartphones e o cenário econômico modesto, o mercado de PCs sofreu um grande impacto”, explica Pedro Hagge, analista de mercado da IDC Brasil.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.