Veja como eram as logos de 7 marcas famosas no mundo da tecnologia

Por Redação | 30.04.2014 às 14:43

Logotipos são uma parte essencial da identidade de uma marca. Uma grande logo encapsula a personalidade e o produto ou serviço oferecido por um negócio.

Algumas das logos mais onipresentes no nosso cotidiano hoje em dia tiveram um começo tímido. Em 1975, Carolyn Davidson recebeu 35 dólares para desenvolver o logotipo da Nike, que se manteve intacto por quase 40 anos. Por outro lado, a Pepsi desembolsou quase 1 milhão de dólares para atualizar a sua logo em 2008.

Entre as empresas de tecnologia não é diferente, logos como a maçã mordida da Apple e o nome em fonte única da Microsoft tornaram-se icônicas na história das marcas.

O site The Next Web fez uma compilação das primeiras logos de 7 marcas que viriam a se tornar conhecidas no mundo inteiro. Veja só:

Apple


O primeiro logotipo da Apple, revelado em 1976, parece como algo tirado de um manuscrito do século 17, e traz Isaac Newton sentado ao pé de uma macieira.

Apple

Microsoft


O logotipo da Microsoft tinha a aparência da era disco dos anos 1970, e enfatizava que o nome da empresa era uma união de microcomputador com software. A primeira versão do nome da companhia era Micro-Soft.

Microsoft

IBM


Fundada em 1888 como International Time Recording Co., em 1924 a companhia mudou o nome para International Business Machines e a nova era trouxe consigo uma nova logo.

IBM

Canon


Em 1934, dois inventores japoneses criaram uma câmera sob a bandeira do Laboratório de Precisão Óptica (fundado em 1933 com o interesse de vender câmeras fotográficas). A câmera foi chamada de Kwanon em homenagem a deusa budista da piedade. A logo trazia a deusa envolta num círculo de fogo e com uma série de braços. Mais tarde os inventores optaram por simplificar o nome da marca.

Canon

Motorola


Em 1930 a Galvin Manufacturing Corporation lançou um rádio para carros chamado Motorola. O nome era uma mistura de "Motor" com "Ola", sufixo popular entre as empresas que produziam fonógrafos e equipamentos de áudio naquela época. O sucesso do aparelho foi tão grande que o fundador, Paul Galvin, decidiu mudar o nome da companhia para Motorola.

Motorola

Nokia

Recentemente adquirida pela Microsoft, a companhia finlandesa surgiu como uma fábrica de papel da fusão entre a Finnish Rubber Works, Nokia Wood Mill e a Finnish Cable Works, em 1860, para mais tarde se tornar uma gigante das telecomunicações.

Nokia

Xerox


A Xerox começou em 1906 como Haloid Company, fabricante de papel e equipamentos fotográficos. 20 anos depois, Chester Carlson, inventor de um processo conhecido como eletrografia, procurou a empresa a fim de que investissem na sua nova tecnologia. Em 1959, a primeira fotocopiadora foi lançada no mercado – a Haloid Xerox 914. A copiadora foi um sucesso tão grande que a empresa abriu mão do nome Haloid e passou a se chamar apenas Xerox.

Xerox