Valor das ações da Microsoft recua 12,2%, concretizando pior queda desde 2000

Por Redação | 19 de Julho de 2013 às 18h33

O valor das ações da Microsoft recuou 12,2% no pregão desta sexta-feira (19), a pior queda nas ações em um único dia há 13 anos. No dia 24 de abril de 2000, a empresa viu suas ações terem redução de 15,6% em seu valor, algo que a Microsoft não vivia desde então. Ontem (18), a empresa apresentou resultados inferiores ao esperado para o último trimestre e perda de US$ 900 milhões (R$ 2 milhões). As informações são do site TechCrunch.

Os papéis da companhia atingiram US$ 35,44 (R$ 79) por ação no pregão desta quinta-feira (18) e ficaram em US$ 31,10 (R$ 70) hoje e não têm grandes chances de se recuperar. Os resultados do quarto trimestre da Microsoft ficaram aquém do previsto pelos analistas, com receita de US$ 19,9 bilhões (R$ 44,8 bilhões) e lucro de cinquenta e nove centavos de dólar por ação.

Em apenas um dia, o valor de mercado da Microsoft reduziu em US$ 36 bilhões (R$ 81 bilhões), fechando em US$ 258 bilhões (R$ 580 bilhões). A reação do mercado tem sido bastante dura e pode ser explicada pelas ações da companhia já estarem sendo comercializadas a um preço mais alto, e acredita-se que na próxima segunda-feira (22), as ações devem se recuperar.

A Microsoft anunciou nesta semana a redução no valor do Surface RT em uma tentativa de atrair novos compradores para seu tablet, reduzindo o valor do produto em seu inventário. No entanto, os resultados apresentados pela empresa podem ter afetado diretamente a expectativa de investidores com relação à empreitada no mercado de tablets, e por isso a empresa sentiu a redução drástica hoje.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.