Uol Diveo quer investir em e-commerce e crescer em ambientes de missão crítica

Por Rafael Romer | 14.02.2014 às 19:34 - atualizado em 17.02.2014 às 10:21
photo_camera Divulgação

Na última quarta-feira (12), a Uol Diveo, empresa do Grupo Uol de soluções para o mercado corporativo, anunciou uma expansão dos serviços de sua plataforma de nuvem Uol Cloud, de capacidade de 14 petabytes.

Os novos recursos da empresa permitem agora que clientes acomodem seus requisitos em ambientes de maior escalabilidade no modelo one-stop-shop, com a possibilidade de fechar um pacote com multiplos produtos através de um único contrato de cobrança por uso. Em entrevista por e-mail ao Canaltech, o presidente da Uol Diveo, Gil Torquato, afirma que a estratégia do modelo é centralizar ofertas de infraestrutura, serviços e gestão de aplicações dentro do Uol, eliminando a necessidade dos clientes de operarem vários parceiros de negócios e diferentes contratos.

Com o novo modelo, o Uol deve agora focar principalmente na expansão de seus serviços para clientes com ambientes de missão crítica, principalmente em setores como o e-commerce. "O mercado de varejo digital tem se destacado na economia brasileira, ocupando posição cada vez mais relevante no relacionamento com clientes, cadeia de logística e produção industrial. Temos amplo conhecimento e relacionamento com os principais e-commerces brasileiros e queremos estar ainda mais presentes neste segmento", afirmou Torquato.

A empresa não revela seus números e market share, mas fechou 2013 com uma base de 3,5 mil clientes no Brasil entre as diferentes soluções de infraestrutura, telecomunicações, pagamentos, segurança, serviços e aplicações. Além do setor de varejo online, Torquato diz que o Uol Diveo mantém atualmente um foco no segmento financeiro, com contratos de serviços de outsourcing para grandes instituições do setor, como a BM&F Bovespa, e no segmento industrial, com contratos de serviços de integração e gestão de pagamentos para mais de 200 empresas.

Nesta semana, o CEO do Grupo Uol, Marcelo Epstejn, realizou uma apresentação durante a realização do SAP Fórum, em São Paulo, na qual falou sobre o avanço da empresa em regiões como o Norte e o Nordeste, com penetração mais recente da banda larga quando comparada com o restante do país. Por serem familiarizados com o nome da empresa, muitos pequenos varejos e e-commerces estão adotando soluções da companhia.

Torquato não confirma diretamente quais devem ser as áreas do país em que a empresa deve se expandir na direção de regiões. Questionado sobre o avanço de diferentes provedores de serviços em cloud no mercado brasileiro, que já inclui uma série de players internacionais de peso, Torquato posiciona o Uol Diveo como uma prestadora de serviços de TI, não focada apenas em suas soluções de cloud.

O presidente destaca parcerias da Uol Diveo, que atualmente trabalha ao lado de empresas como a SAP, Cisco, Intel e VMware, e menciona que novas aquisições podem estar em vista como parte da estratégia de expansão da empresa para 2014. "Seguiremos na estratégia de crescimento para atendimento às suas necessidades da melhor forma, o que inclui a aquisição de empresas que possam contribuir para a excelência na prestação de serviços", afirmou.

Atualmente, a empresa conta com uma infraestrutura de quatro data centers no país; três localizados dentro da cidade de São Paulo e mais um em Barueri, interior do Estado. Todos são ligados por uma rede de backbone própria, em um anel redundante de fibra óptica. Dois dos data centers são disponiblizados para os clientes, enquanto dois são focados em projetos de continuidade de negócios e disaster recovery.