Tribunal francês pune Apple por fazer funcionários trabalharem à noite

Por Redação | 14.03.2013 às 11:05

Na última terça-feira (12), o Tribunal Superior de Paris proibiu funcionários de sete lojas da Apple na França de trabalharem à noite. Caso a Apple viole a proibição que diz que os funcionários não devem trabalhar entre 21h e 6h, deverá pagar uma multa de 50 mil euros (cerca de R$ 127 mil). As informações são da AFP.

Por lei, o trabalho noturno (compreendido entre 21h e 6h) é basicamente excepcional e deve ser justificado pela necessidade de garantir a continuidade da atividade econômica no país ou da utilidade social. "Pedimos apenas que a lei seja respeitada", disse Thomas Bordage, do sindicato SUD.

No caso das lojas da Apple punidas pelo Tribunal Superior de Paris, os estabelecimentos fechavam às 21h, mas os funcionários trabalhavam até 23h na arrumação do local. Procurada pela AFP, a direção da Apple não quis comentar o assunto.

Devido a esses excessos, a empresa foi condenada a pagar 10 mil euros (cerca de R$ 25 mil) em danos às principais centrais sindicais - CGT ,CFDT, FSU , CFTC , FO e Solidaires (SUD) - que entraram com a ação. Caso a história se repita, a multa sobe para 50 mil euros.