Trabalhadores da Foxconn, em Jundiaí, cruzam os braços durante três horas

Por Redação | 10 de Outubro de 2012 às 18h42

Vira e mexe ouvimos falar sobre algum problema na Foxconn da China, mas hoje (10) foi a vez da filial brasileira da fábrica entrar em pauta. Durante esta manhã, os funcionários da empresa - que fica em Jundiaí, São Paulo -, pararam de trabalhar durante três horas, em protesto contra algumas condições de trabalho.

Os trabalhadores da empresa, responsável pela montagem de aparelhos da Apple, estavam reivindicando, entre outras coisas, uma melhora na qualidade da alimentação oferecida pela companhia chinesa. A unidade da Foxconn fica na beira da Rodovia Anhanguera, e os empregados dependem da comida oferecida pela empresa para se alimentar durante o expediente.

Após a paralisação, todos voltaram à rotina normal de trabalho, pois as reivindicações foram atendidas e a empresa se comprometeu a substituir a fornecedora responsável pela alimentação dos funcionários já na próxima segunda-feira (15).

"Cansamos de cobrar providências quanto à qualidade da refeição. A Foxconn contratou um novo fornecedor, mas mesmo assim os trabalhadores cruzaram os braços para garantirem já as melhorias", disse Evandro Santos, diretor do Sindicato dos Metalúrgicos.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.