Toshiba lança ultrabook com bateria que dura até 22 horas seguidas

Por Redação | 25 de Novembro de 2013 às 13h58
photo_camera Divulgação
TUDO SOBRE

Toshiba

O tempo de duração da bateria dos notebooks, e agora também dos ultrabooks, é uma das principais reclamações feitas por todos aqueles que compram um computador portátil. Se for levar em consideração a quantidade de aplicativos abertos simultaneamente e os níveis de brilho da tela, é provável que o aparelho não aguente muitas horas ligado.

Mas parece que as fabricantes estão (finalmente) ouvindo as queixas dos usuários. E a Toshiba, de olho nesse mercado, anunciou a Dynabook KIRA, uma nova linha de ultrabooks que, segundo a empresa, é capaz de ficar até 22 horas longe da tomada. As infomações são do Engadget.

O Dynabook KIRA V634 vem equipado com processador Intel Core i5 (Haswell), até 8 GB de memória RAM, SSD com 128 GB de capacidade de armazenamento, pesa 1,12 Kg e tem 17,9 milímetros de espessura. Possui tela de 13 polegadas com resolução de 1.366 x 768 pixels, entrada HDMI com suporte para saída de vídeo em Ultra HD (4K), Bluetooth 4.0 e conectividade Wi-Fi.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

É justamente a resolução do monitor que garante uma maior duração de bateria do KIRA V634, já que exige menos necessidade de processamento gráfico. A tela de outros tablets, como a do iPad Air (2048x1536), consome muito mais energia e, consequentemente, faz com que o aparelho dure menos ao longo do dia.

No entanto, a Toshiba também lançou um outro modelo para atender a essas especificidades. O Dynabook KIRA V834 vem com tela sensível ao toque de 13 polegadas e resolução de 2.560 x 1.440 pixels, e as mesmas características técnicas do V634. A diferença é que o V834 reduz o consumo da bateria para até 14 horas de duração por conta do monitor, que ainda tem uma qualidade inferior ao tablet Nexus 10 (2.560 x 1.600 pixels de resolução).

Os dois ultrabooks já estão à venda no Japão e podem custar até US$ 1.530 na configuração mais avançada. A fabricante diz que não há previsão de lançamento em outros países.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.